Esportes

São Paula visita River Plate com ‘obrigação’ de vencer na Libertadores

10/03/2016 08:00


O São Paulo vai enfrentar contra o River Plate, hoje, às 19h30 (de Brasília), em Buenos Aires, pela Copa Libertadores, o maior desafio da temporada até o momento. Ou volta revigorado por um resultado positivo ou em uma crise mais profunda no caso de uma derrota. Perder para o atual campeão continental fora de casa até seria aceitável, se o time não tivesse ficado em situação difícil após ter perdido na estreia, em casa, para o The Strongest, da Bolívia. Em caso de derrota nesta quinta, o time fica a seis pontos da zona de classificação do grupo, atrás do The Strongest e do próprio River Plate. Por isso a necessidade da vitória. "A gente tem que tentar ser o mais eficaz possível. Não só a defesa como o ataque também, pois a marcação começa lá atrás e é assim que vamos conseguir fazer um bom jogo", disse o zagueiro Maicon, novidade na equipe titular. O São Paulo vive dias complicados. A derrota por 3 a 1 para o São Bernardo pelo Campeonato Paulista, no sábado, fez a diretoria cobrar os jogadores para terem uma postura diferente. Mesmo com a sequência desfavorável, o técnico Edgardo Bauza mantém os titulares. Centurión joga, assim como Calleri, que não marca há oito jogos. Lugano está mantido na zaga. Michel Bastos se recuperou de lesão na coxa e vai ficar como opção para o segundo tempo. Michel foi incluído na lista de relacionados do São Paulo em cima da hora e afirmou nesta quarta-feira que está pronto para voltar ao time contra o River. "Se eu tiver possibilidade de jogar, estou preparado para poder ajudar com meu futebol", avisou o jogador. O meia se machucou no dia 27 do mês passado, na partida contra a Ponte Preta, pelo Paulistão. Ele sofreu um estiramento no músculo posterior da coxa direita e perdeu duas partidas do time nas últimas semanas. No River Plate, a novidade pode ser o meia D’Alessandro, ex-Inter. O jogador voltou de lesão e deve ficar no banco e tem possibilidade de entrar no decorrer da partida.