Destaque

Capela é inaugurada no Hospital Municipal de Mogi das Cruzes com celebração especial

11/03/2016 08:01


A inauguração da capela do Hospital Municipal de Mogi das Cruzes, no Distrito de Braz Cubas, ocorreu ontem e contou com a participação do prefeito Marco Bertaiolli (PSD). A capela foi construída pela Pró-Saúde, organização social responsável pelo gerenciamento do hospital, e será mantida pelo Voluntariado de Mogi das Cruzes, que desenvolve uma série de projetos de humanização voltados ao bem-estar dos pacientes e seus acompanhantes. A inauguração da capela do Hospital Municipal de Mogi das Cruzes contou com uma emocionante celebração presidida por Dom Eurico dos Santos Veloso, Arcebispo Emérito de Juiz de Fora (MG) e presidente da Pró-Saúde, e Dom Pedro Luiz Stringhini, Bispo Diocesano de Mogi das Cruzes. Durante a cerimônia, o público presente pode conferir as apresentações musicais da Banda Sinfoniquinha da Escola Municipal Professora Apparecida Ferreira Cursino, regida pelo maestro Diego Nogueira, dos músicos Paulo e Fernanda, funcionários da Prefeitura de Mogi das Cruzes, e do Coral do Cecan, regido pela maestrina Alex Sandra Grossi Moretti. A nova capela ficará aberta 24 horas por dia para pacientes e acompanhantes, principalmente para aqueles que estão internados no Hospital Municipal. “Existe um ditado que diz que ‘o comprimido alivia a dor, mas o amor cura o sofrimento’. Eu acrescento que a fé também cura o sofrimento. Por isso, quero agradecer do fundo do meu coração a todos os voluntários, do Hospital Municipal e também de outras instituições, porque o trabalho de todos vocês tem sido fundamental para aliviar momentos de dor e angustia para inúmeras pessoas”, afirmou a presidente do Fundo Social de Solidariedade de Mogi das Cruzes e do Voluntariado de Mogi das Cruzes, Mara Bertaiolli. A evolução do Hospital Municipal de Mogi das Cruzes e sua consolidação na comunidade foram destacadas pelo prefeito Marco Bertaiolli. “Durante a cerimônia fiquei me lembrando de todas as ações realizadas desde o início dos trabalhos para a construção do hospital. Lembrei-me do dia que estive aqui com o Lino (vereador Antonio Lino da Silva) e essa área era apenas um terreno. Conseguimos a área, elaboramos o projeto, construímos, equipamos e já se foram quase dois anos de funcionamento. Dois anos nos quais o hospital conseguiu atingir 100% de sua capacidade de operação, o que estava previsto para ocorrer em cinco anos”, afirmou.