Caderno D

Morre crítico de cinema José Carlos Avellar

19/03/2016 08:00


O crítico de cinema José Carlos Avellar, de 79 anos, morreu na manhã de ontem, no Rio de Janeiro. Figura importante do cinema nacional, Avellar construiu uma carreira de crítico reconhecida internacionalmente. Atualmente, Avellar era coordenador de cinema do Instituto Moreira Salles, com a função de elaborar a programação de filmes. Em nota, o instituto lamentou a morte do crítico. "Avellar era capaz de rememorar cenas específicas, descrevendo em detalhes um singelo plano, de um filme assistido décadas atrás. Seus artigos e ensaios exibiam um vasto conhecimento da produção mundial e da história do cinema, e articulavam a difícil relação entre a sétima arte e outros campos de conhecimento, como a psicanálise", diz o texto. O instituto também lembrou a carreira de Avellar como gestor público. "Trabalhou em cargos importantes, como vice-diretor e diretor da Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, e como vice-presidente da Associação Internacional dos Críticos de Cinema (Fripesci), além de curador do Festival de Gramado (de 2006 a 2011). É necessário destacar, ainda, seu papel de diretor, de 1995 a 2000, da Riofilme, lendária distribuidora que teve um papel fulcral na chamada “retomada” do cinema nacional, lançando 94 longas entre os anos de 1992 e 2000, como Amarelo Manga e Lavoura Arcaica, e produzindo obras de sucesso comercial e crítico como Central do Brasil", ressaltou o órgão. Em dezembro de 2006, Avellar foi condecorado pelo governo francês com a láurea "Chevalier des Arts et Lettres". Uma parte considerável de seus escritos está reunida no site pessoal Escrever Cinema.