Cidades

Número de alunos cai 5,5%, mas ensino integral ganha mais de 2,3 mil

05/04/2016 08:00


Em um período de cinco anos, Suzano perdeu 7.492 alunos em todos os níveis escolar, ou seja, 5,5%. Segundo dados do Censo Escolar, divulgados pelo Ministério da Educação (MEC), em 2010, a cidade tinha 135.266 estudantes. No ano passado, o número caiu para 127.774. Em contrapartida, o número de alunos que estudam em tempo integral cresceu 92,05% no mesmo período, com 2.362 alunos a mais. Isso porque, em 2010, havia 2.556 estudantes em tempo integral e, no ano passado, este número aumentou para 4.928. Apesar de o número de alunos em tempo integral ter aumentado, a representatividade ainda é pequena. Em 2010, do total de 135.266 alunos, somente 1,9% estudavam em tempo integral. Já, em 2015, do total de 127.774 estudantes, 3,86% estavam em unidades em período integral. O principal aumento neste período foi computado por conta do crescimento de número de vagas em creche. Em 2010, eram 1.060 em período parcial e 1.928, em tempo integral. No ano passado, a quantidade de vagas aumentou para 1.874, em período parcial, em 4.440, em tempo integral. Além disso, em 2010, somente mais um ciclo de ensino tinha período integral. Eram 638 alunos nos anos iniciais no Ensino Fundamental. Já, no ano passado, além das creches, havia ensino integral nos anos finais do Ensino Fundamental, com 256 alunos; no Ensino Médio, com 232 estudantes. DADOS DE 2015 Os números mais recentes do Censo apontam que os anos iniciais do Ensino Fundamental concentram o maior número de alunos: 30,9%, com 39.470 pessoas. A segunda maior quantidade é do anos finais do mesmo ciclo. São 34.498 estudantes, ou seja, uma representatividade de 27,01%.O Ensino Médio conta com 29.312 estudantes, o que representa 23% do total da cidade. CENSO O Censo Escolar é um levantamento de dados estatísticos educacionais de âmbito nacional realizado todos os anos e coordenado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). Ele é feito com a colaboração das secretarias estaduais e municipais de educação e com a participação de todas as escolas públicas e privadas do País. Trata-se do principal instrumento de coleta de informações da educação básica, que abrange as suas diferentes etapas e modalidades.