Cidades

Número de microempreendedores aumenta 24,49% e chega a 43,3 mil

17/04/2016 08:01


O número de microempresários aumentou 24,49% no período de um ano. No primeiro trimestre deste ano foi contabilizado 43.380. Já no mesmo período do ano passado, o número era de 34.846. Os dados são referentes às cinco principais cidades da região: Suzano, Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos e Poá. As informações são do Portal do Microempreendedor Individual (MEI). Segundo especialistas, a busca de uma solução para o desemprego é um dos principais motivos para o aumento deste número. O gestor de projetos do Sebrae, Kurth Tonn, esta é realmente uma das causas deste crescimento. Ele ressalta que algumas pessoas vêem na crise uma nova alternativa de lucrar. "Uma das causas é o desemprego, mas outra parcela acaba analisando a crise financeira de uma nova perspectiva de lucros. Depende de como analisam", disse. Mogi das Cruzes é a cidade com o maior número de novos empreendedores, com 13.299. Seguindo este ranking está Suzano, com 10.890; Itaquaquecetuba, tendo 9.433; Ferraz de Vasconcelos, com 5.415; e Poá, com 4.343. A faixa etária dos novos microempresários está de 31 a 40 anos, tendo em vista que neste ano somam 14.165. "Um exemplo de como está a nova geração de empreendedores: há pouco tempo um engenheiro veio aqui pedindo orientação de como abrir uma empresa da forma certa, e de qual forma seguir", enfatizou Tonn. Ele ainda pontuou que as pessoas que desejam orientações sobre como criar e transformar o projeto de negócios em modelo de lucros basta procurar orientações. "Partindo desses pontos já pensados, a pessoa também pode vir até aqui pegar uma capacitação. Assim transformando a ideia em um modelo de negócio. Esta palestra visa capacitar à pessoa", finalizou.