Cidades

Após 9º ato de vandalismo, PM e GCM vão intensificar segurança no Max Feffer

21/04/2016 08:00


A Polícia Militar informou que vai intensificar o policiamento no entorno no Parque Municipal Max Feffer, por meio das viaturas do Radiopatrulhamento e da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam). O objetivo é levar segurança as freqüentados do parque. Além disso, a Guarda Civil Municipal (GCM) vai reforçar a segurança no local, com remanejamento de equipes para realização de rondas. Na última terça-feira, o local foi alvo do 9º ato de vandalismo em nove meses. Por conta disso, o Distrito Policial (DP) Central está solicitando as gravações das câmeras de segurança do parque para ajudar na investigação do caso. Um dos caso de vandalismo aconteceu durante a noite de segunda para terça-feira, quando cinco indivíduos arrombaram a porta do espaço onde se localiza a piscina municipal para utilizá-la. O Boletim de Ocorrência (B.O) foi registrado e até o momento nenhum suspeito foi identificado. Esse não foi o único caso de vandalismo no parque. Desde de julho de 2015 o local tem sofrido com áreas depredadas, aparelhos de ginástica quebrados, portas arrombadas e refletores destruídos. Apesar da segurança dentro do espaço ser realizada pela GCM, a PM vai aumentar o policiamento ao redor do parque. De acordo com o 32º Batalhão da Polícia Militar Metropolitano (BPM/M), a medida vai proporcionar "sensação de segurança aos cidadãos que frequentam o parque, bem como coibir a ação dos vândalos". A Secretaria de Defesa Civil e Social divulgou que a GCM começou ontem a remanejar o quadro existente e equipes alternadas, que realizarão rondas no Parque Max Feffer, a partir das primeiras horas do dia. No período noturno um destacamento permanecerá no interior do parque, das 18 às 6 horas. A pasta informou ainda, que em eventuais necessidades, a GCM poderá solicitar apoio da Polícia Militar que também tem atividades de ronda programadas para o local e o entorno. De acordo com o delegado titular, Edson Gianuzzi, a investigação sobre o último caso de vandalismo no parque está sendo feita pela Polícia Civil. "O boletim foi aberto na mesma noite e está no Setor de Investigação, mas por enquanto não temos nenhuma novidade. O investigador vai analisar as imagens das câmeras de segurança. Eu estou esperando para receber o relatório. Lá a melhor ideia seria, não só no parque, é melhorar a fiscalização", explicou o delegado.