Lance Livre

Lance Livre 27/04/2016

27/04/2016 08:00


Centrais sindicais Mesmo sem a definição oficial sobre a possível saída da presidente Dilma Rousseff (PT) do cargo, líderes de quatro centrais sindicais se encontraram ontem com o vice-presidente, Michel Temer (PMDB), para entregar uma carta em que pedem a manutenção e expansão de direitos trabalhistas, além da retomada do crescimento e do emprego. Na região Sindicatos do Alto Tietê ligados às entidades também devem se mobilizar para fazer solicitações. Reivindicações das categorias A partir deste mês de março têm início as reivindicações por reajustes salariais por conta da data-base das categorias. Centrais Os presidentes da Central Sindical Brasileira, Antonio Neto; da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva; da Nova Central Sindical de Trabalhadores, José Calixto; e da União Geral dos Trabalhadores, Ricardo Patah, se reuniram com Temer às 10 horas no Palácio do Jaburu, residência oficial do vice. Texto e seus destaques No texto, eles destacam o agravamento da crise econômica em decorrência do cenário político conturbado e pedem a “imediata retomada do crescimento econômico, da geração de emprego, de renda e da preservação e ampliação dos direitos trabalhistas e das conquistas sociais”. Agenda de ações Para isso, os líderes sindicais apresentam no documento uma agenda de ações a serem tomadas em um eventual governo Temer, entre elas a “implantação urgente de uma política de desenvolvimento nacional” e a “mudança e redirecionamento na política econômica”. Lei Cidade Limpa e os seus dez anos Em São Paulo, a “Lei Cidade Limpa” está em vigor desde janeiro de 2007. Seu objetivo é equilibrar os elementos que compõem a paisagem urbana, reduzindo a poluição visual. Mas, quase 10 anos após a implantação, a lei ainda é desrespeitada. Emplacar a lei Na região do Alto Tietê, muitas cidades tentaram emplacar essa lei. Mas, a maioria ainda aguarda muitas definições.