Destaque

Geraldo Alckmin lança obras do Corredor Leste-Oeste em Mogi

29/04/2016 08:01


 As obras do Corredor Leste-Oeste começaram ontem, em Mogi das Cruzes. A construção deve desafogar a Rodovia Henrique Eroles (SP-66) e gerar 200 empregos diretos. O evento contou com a presença do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB). O tucano abriu o envelope que nomeou a via em construção como Avenida das Orquídeas, cujo nome foi escolhido por meio de concurso com alunos da rede municipal. Ele ainda descerrou a placa de inauguração do Centro Dia do Idoso Maria dos Anjos Cury, que será inaugurado hoje. Segundo Alckmin, a obra vai desafogar o trânsito na Rodovia Henrique Eroles (SP-66). Ele frisou que a construção vai beneficiar as duas principais cidades da região: Mogi e Suzano. Além disso, o trecho a ser construído será mais um acesso do município, que atualmente conta com cinco. O governador ainda destacou que a nova avenida terá duas pistas com mais de 10 metros de largura cada, corredor exclusivo para o transporte coletivo no canteiro central, ciclovia e calçada para a circulação de pedestres. Para o governador, a obra vai aumentar, direta e indiretamente, o número de empregos na região. “A construção já tem 80 empregos, mas depois serão 200 pessoas empregadas. A construção civil tem uma cadeia produtiva muito longa, então, vai gerar empregos em outras áreas, quando for finalizado”, acrescentou. O corredor Leste-Oeste contará com nove quilômetros de extensão. E deve passar pelos Distritos de Braz Cubas e Jundiapeba. Atualmente, a SP-66 está sobrecarregada. Em horários de pico, como, por exemplo, no início da manhã e final da tarde, o trajeto de 12 quilômetros entre Mogi chega a ser feito em até duas horas. As obras estão orçadas em R$ 88 milhões, cujos recursos são dos governos Federal, Estadual e Municipal. Prazo de conclusão é 18 meses. De acordo com o prefeito Marco Bertaiolli (PSD), a construção do corredor era analisada desde a gestão do ex-prefeito e atual deputado federal, Junji Abe (PSD). Bertaiolli ainda afirmou que a obra vai ligar a cidade ao Trecho Leste do Rodoanel Mario Covas (SP-21). E enfatizou a importância da parceria entre sua gestão e o governo estadual. “É o governador mais mogiano que existiu na história. Isto por causa da quantidade de vezes que vem ao nosso município. Se tivéssemos um partido de Mogi, o presidente seria ele (Geraldo Alckmin)”, disse. CENTRO IDOSO Durante a cerimônia de lançamento, o governador descerrou a placa de inauguração do Centro Dia do Idoso, e ressaltou a importância do projeto. “Não há política publica mais importante, já que temos que acolher o idoso. Assim mostramos que estamos avançando na saúde e criando expectativas melhores a todos”. FÓRUM Alckmin também comentou sobre a entrega do novo Fórum de Braz Cubas. “Estamos em dia com os pagamentos. Portanto, a meta é daqui a cinco meses podermos entregá-lo”, acrescentou. Também participaram do lançamento o deputado federal Junji Abe (PSD), além dos deputados estaduais: Marcos Damásio (PR); Estevam Galvão (DEM); Luiz Carlos Gondim (SD); André do Prado (PR). E os prefeitos de Suzano, Paulo Tokuzumi (PSDB), e de Arujá, Abel Larini (PR), dentre secretários e vereadores de Mogi, Suzano e Itaquaquecetuba