Região

Poá terá um Centro Judiciário de Solução de Conflitos em 2ª instância

07/05/2016 08:00


 A cidade de Poá deve contar em breve com um Centro Judiciário de Solução de Conflitos em Segunda Instância e Cidadania (Cejusc), isso porque a Prefeitura firmou convênio com o Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) e cedeu espaço e infraestrutura para este departamento do poder judiciário. O objetivo do espaço será o de cuidar das causas mais simples de direito civil, familiar e até de execução fiscal, sendo um serviço gratuito. Segundo explicou o secretário municipal de Assuntos Jurídicos, Odair Sanna, o Cejusc ficará dentro do Núcleo de Atendimento à População (NAP), localizado na Rua Vinte e Seis de Março, 72, na região central do município. O chefe do Jurídico da Prefeitura de Poá disse que o serviço deve ter começo até o fim deste mês no município, uma vez que a documentação para homologação do convênio foi enviada ontem ao Tribunal de Justiça. O secretário enfatizou ainda que a Prefeitura de Poá oferece o espaço, a estrutura e alguns funcionários para triagem no atendimento ao público, e o Tribunal de Justiça, o serviço, ou seja, um juiz será designado para atuar no Cejusc de Poá e haverá ainda um processo de concurso da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para profissionais da área de direito poderem também atuar neste departamento como conciliadores. "Este serviço é muito bom para os munícipes que terão uma via a mais para resolver os conflitos sem custos judiciais, pois o Cejusc é exatamente para facilitar o acesso ao judiciário àqueles que não possuem condições financeiras para custos de processos e honorários de profissionais", finalizou o secretário municipal de Assuntos Jurídicos.