Cidades

Uma em cada nove pessoas morre em acidente de trânsito na região

21/05/2016 08:01


Uma em cada nove pessoas morreu em acidente de trânsito nas ruas e rodovias da região. Os números são referentes ao primeiro trimestre deste ano. Dados do Sistema de Informações Gerenciais de Acidentes de Trânsito do Estado de São Paulo (Infosiga-SP) e da Secretaria de Estado de Segurança Pública apontam que os dez municípios registraram 500 vítimas em acidente, sendo que 53 foram fatais, o que refere-se a 12%. A cidade com maior número de vítimas é Mogi das Cruzes, com 168 pessoas; seguida de Itaquaquecetuba, com 87 vítimas e Suzano com 78 ocorrências. Biritiba Mirim é a cidade que tem maior quantidade de vítimas fatais em relação ao total. Isso porque o município registrou 11 vítimas, sendo que três foram fatais, o que representa 38% do total. Santa Isabel tem o segundo maior índice, com 18% de mortes. Foram 26 vítimas computadas, sendo quatro fatais. Em Suzano, o índice de morte em acidente de trânsito é de 8%. Isso porque das 78 vítimas, seis morreram. CRESCIMENTO Dados mais recentes do Infosiga mostram que o número de mortes em acidentes de trânsito cresceu 15% em um ano. Foram 75 mortes computadas entre janeiro e abril deste ano contra 67 registrada no mesmo período do ano passado. O município com maior aumento no número de casos foi Biritiba Mirim, com 200%. Isso porque foi computado um caso entre janeiro e abril do ano passado e três no mesmo período deste ano. Três cidades mantiveram os dados estáveis nos dois anos: Arujá, com dois casos em cada ano; Itaquaquecetuba, com 14 registros; e Salesópolis, com uma vítima fatal em cada ano. Somente duas cidades tiveram queda. Ferraz de Vasconcelos, que registrou sete mortes no ano passado e duas neste ano e Guararema, que computou quatro vítimas fatais, em 2015, e nenhuma, nos quatro primeiros meses deste ano. Em Suzano, foi registrado um aumento de 22,22%. Isso porque a cidade computou nove mortes no trânsito no ano passado e 11 neste ano.