Cidades

Câmara aprova 19 cadeiras para 2017

14/07/2016 08:01


A Câmara aprovou ontem à exclusão de duas cadeiras para o próximo ano. Com isso, em 2017, a Casa de Leis terá 19 vereadores. Atualmente são 21 legisladores. Desta vez, a votação foi feita em um consenso dos parlamentares que aprovaram a redução por 20 votos favoráveis e um contrário. O entendimento dos vereadores pesou pela incerteza de que a definição fosse feita pela Justiça Eleitoral. O pretexto é de que o parecer da Justiça pudesse causar uma exclusão maior de cadeiras. Este detalhe foi um dos principais tópicos que o responsável pela nova emenda à Lei Orgânica, o vereador André Marcos de Abreu (DEM), o Pacola, abordasse para levar a aprovação. O impasse sobre a redução se estendeu por quatro semanas, havendo inúmeras discussões dos parlamentares. Os argumentos dos vereadores contrários a diminuição seguiam para uma 'manobra política'. Já os favoráveis afirmavam que a exclusão causaria, de fato, uma economia no orçamento, já que o recurso destinado ao Poder Legislativo pode reduzir no próximo ano. Também foi apresentado por ambos os segmentos - a favor e contra - que as propostas seriam inviáveis para os pré-candidatos, que teriam que ter uma votação maior para assumir a legislatura do ano que vem. Pacola avalia que o consenso dos parlamentares agradou a todos, uma vez que terá um número suficiente de representantes legislativos e vai gerar a uma economia nos cofres públicos. "Acho que ficou bom para todos. Para os partidos, candidatos e, mais ainda, ao orçamento da cidade. Enfim, a decisão foi boa para todos". APROVADOS Além da esperada votação sobre a redução, a Casa de Leis votou pelo arquivamento de seis vetos do Poder Executivo, além de três moções de aplausos. A propositura mais comentada pelos vereadores foi a do vereador Said Raful (PSD). Ele é autor de um projeto em que prevê a destinação de recursos para a Associação de Assistência à Criança Deficiente (AACD) de Mogi das Cruzes.