Cidades

Comércio e indústria esperam propostas para segurança e empregos

25/08/2016 08:01


Com a aproximação das eleições, os candidatos a prefeito de Suzano começam a divulgar suas propostas. O comércio de Suzano, além dos sindicatos e o Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) do Alto Tietê, aguardam propostas que envolvam segurança e principalmente a geração de novos empregos no município. De acordo com o diretor do Ciesp do Alto Tietê, José Francisco Caseiro, a expectativa é de que o novo prefeito de Suzano trabalhe para trazer investimentos e gerar empregos. "No âmbito da indústria, é preciso levar em conta o fato de que o setor é o principal gerador de receitas para o município e também de empregos e, como tal, precisa ser valorizado e receber investimentos". O diretor afirma ainda que a cidade tem potencial para novos polos industriais. "Mas precisa de uma política efetiva de desenvolvimento econômico com instrumentos para atrair novos investimentos, se beneficiando da sua localização privilegiada e, agora, principalmente, da presença do Rodoanel, que é um grande diferencial. Essa questão da logística é muito favorável em Suzano, porém, também requer investimentos na melhoria dos acessos para dar fluidez ao trânsito", opinou Caseiro. A preocupação com o setor econômico do município e a vinda de novas empresas também foi comentada pelo presidente interino do Sindicato dos Metalúrgicos de Suzano, Décio José de Brito. "Mais vagas de emprego e trazer mais empresas para cá. O meio é facilitar para que as empresas de fora possam vir para nossa cidade", comentou. O mesmo contou o diretor do Sindicato dos Papeleiros de Mogi, Suzano e Região, Maciel Bispo. "O que a gente espera é que o próximo prefeito de uma mudada no nosso polo industrial, que gere mais emprego. Perdemos muitas vagas devido a retirada de muitas empresas daqui. Tem vários terrenos vazios na cidade, deveriam dar incentivo para que novas empresas venham para nosso município", opinou. Segundo o gerente de um comércio do Centro de Suzano, para os comerciantes a segurança é o que mais influencia. "Para nós, o que mais importa é a segurança nas ruas e as câmeras. O que nos influencia é manter o Centro limpo e seguro", comentou Leandro Lima de Freitas. O proprietário de um salão de beleza no Centro, também falou sobre segurança. "Esses dias aconteceu a fatalidade com um senhor assassinado na lotérica. Precisamos de mais segurança. E também é preciso mais empregos", comentou José Valdimir.