Cidades

Crise econômica prejudica produção rural e vendas têm queda de 50%

14/09/2016 08:00


A crise econômica que atinge o País tem prejudicado o setor de produção rural. Em Suzano, os agricultores amargam queda de 50% na venda de hortaliças e verduras. Para se ter uma ideia, grande parte das plantações não está sendo comercializada. Esse é o caso do agricultor Guerino Ramalho Neto. Segundo ele, a chegada da primavera foi o fator da queda. "Estamos com muita dificuldade para vender. Isso, por conta da grande oferta existente no momento, que gera o desinteresse dos fregueses. O preço dos produtos também caiu mais de 50%. Agora, a expectativa de melhora é só na época de chuva. A partir dai a mercadoria produzirá menos e a comercialização e o valor subirão", explicou. Ele ainda ressaltou o que está fazendo para driblar estas condições. "Como já tenho fregueses fixos, desta forma estou mantendo as vendas. Não tem o que fazer, resta esperar a época boa para que tudo volte ao normal", completou. De acordo com o cultivador Marcio Murayama, outro prejuízo que sofrem são os gastos de irrigação, que cresceram no período. "Devido à falta de chuva, temos que ligar mais os aparelhos de irrigação. Por conta disso, o preço de energia vai lá em cima e acabamos sendo prejudicados mais ainda, já que não estamos vendendo o suficiente. Além disso, muitas verduras e hortaliças estão sendo jogadas fora. Dá dó de se ver essa situação", lamentou. Os principais produtos vendidos no momento são: repolho, rabanete, acelga e escarola. O agrícola Otávio Murayama comentou sobre a qualidade dos itens. "Muito ruim estarmos jogando fora produtos tão bem produzidos. A qualidade é a mesma em época boa, mas infelizmente não estão sendo compradas em excesso pelos consumidores".