Cidades

Em três meses, DER registra 4.752 multas por velocidade na Índio-Tibiriçá

19/04/2015 08:01


De janeiro a março deste ano, o Departamento de Estradas de Rodagens (DER) registrou 4.752 multas por excesso de velocidade, na Rodovia Índio-Tibiriçá (SP-31). As penalidades correspondem à fiscalização da Polícia Militar Rodoviária (PMRv) e aos radares instalados na via. Segundo o órgão, dois dos sete radares instalados no trecho da SP-31, em Suzano, estão em funcionamento. Os aparelhos localizados nos quilômetros 64,35 e 53,9. O primeiro, situado no Centro de Palmeiras, funciona normalmente desde 23 de março, e já faz parte do balanço. O segundo, próximo a escola Chojiro Segawa, começou a operar no dia 3 deste mês e por isso, não teve nenhuma multa contabilizada nesta análise. Vale destacar que em ambos os locais, a velocidade máxima permitida é de 40 km/h. O DER explica que, além das multas serem aplicadas pela fiscalização da PMRv, outras penalidades podem ter sido aplicadas por meio de radares portáteis, equipamentos utilizados pelo policiamento. Ainda de acordo com o departamento, não é permitido o uso de equipamentos móveis na rodovia. Ao todo, no trecho de Suzano, foram instalados cinco lombadas eletrônicas e dois radares fixos.