Caderno D

Grupo Contadores de Mentira se apresenta em Presidente Prudente

25/04/2015 08:00


Hoje, o grupo Suzanense Contadores de Mentira viaja para Presidente Prudente, onde inicia a circulação do espetáculo “Curra-temperos sobre Medéia”, contemplado pelo edital Programa de Ação Cultural (Proac) Circulação e Difusão de Teatro 2014/2015. Na cidade do interior paulista, a companhia se apresentará gratuitamente no Galpão Cultural Lua Barbosa, às 20 horas. No mesmo dia, será oferecida uma oficina de Toque de tambores pelo músico e diretor musical dos Contadores, Michael Meyson. Amanhã, será a vez da oficina culinária afro, que será ministrada pela atriz e Equede Soraia Amorim, de forma gratuita. Além de Presidente Prudente, o grupo levará o trabalho para outras sete cidades, totalizando 12 apresentações. Os Contadores oferecem também oficinas de corpo, toques de tambor, danças brasileiras, e culinária Afro. Faz parte do projeto demonstrações de trabalhos de artistas convidados, da cultura afro-brasileira, de cultura popular, e outras manifestações. Também será realizado palestras sobre a temática negra. O espetáculo “Curra - Temperos Sobre Medéia”, completa 7 anos de estrada, e os Contadores festejam duas décadas de atividades ininterruptas. Esta circulação faz parte das atividades de comemoração dos 20 anos da trupe, segundo a atriz Daniele Santana. “Até o fim do ano muitas outras ações serão feitas para celebrar esta data tão importante para nós e também para a história do teatro da Região e do país”, comentou.

Sinopse “Curra - Temperos Sobre Medéia”, é um terreiro, um assentamento onde o público não é apenas espectador e é convidado para um "outro lugar". Uma cozinha funciona durante todo o tempo, provocando relações sensoriais através da memória. A dança, a comida e a música celebram o mito da Medéia. Jasão é um orixá recebido pelo corpo de um cozinheiro. Medeia tem a força de Iansã e sua inimiga, a beleza de Oxum. Creonte , senhor daquele terreiro exige o seu direito à propriedade enquanto crianças "Erês" cegas decidem o futuro da mãe.