Lance Livre

Lance livre

26/04/2015 08:00


Maioridade penal A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou, na semana passada, nota sobre a conjuntura do País, com críticas ao projeto de lei que regulamenta a terceirização de mão de obra nas empresas e à proposta de redução da maioridade penal. Diocese de Mogi O posicionamento da CNBB é compartilhado pela Diocese de Mogi das Cruzes, contrária à redução da maioridade. Nota em cerimônia de posse A nota foi divulgada no encerramento da 53ª Assembleia Geral da CNBB, em Aparecida (SP). Na reunião também ocorreu a cerimônia de posse de dom Sérgio da Rocha na presidência da CNBB. Realidade brasileira De acordo com a nota, a entidade avaliou "com apreensão" a realidade brasileira, "marcada pela profunda e prolongada crise que ameaça as conquistas, a partir da Constituição Cidadã de 1988, e coloca em risco a ordem democrática do País". OAB critica aumento do fundo partidário A diretoria nacional da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), após tomar conhecimento do aumento dos recursos destinados aos partidos políticos, criticou duramente a medida e seus impactos. Aprovação Em lei publicada no Diário Oficial da União na última quarta-feira, após aprovação do Orçamento Geral da União de 2015 pelo Congresso Nacional e sanção pela presidência da República, a verba destinada aos partidos políticos salta oficialmente de R$ 289,5 milhões para R$ 867,5 milhões. Momento delicado A OAB entende que “em um momento delicado no qual faltam recursos para investir em saúde, segurança e educação, é no mínimo estranho que sobrem verbas para triplicar a receita dos partidos”. Lealdade A vice-prefeita Viviane Galvão (DEM) disse na sexta-feira que entrega a Prefeitura de Suzano com a consciência limpa para o prefeito Paulo Tokuzumi (PSDB), que reassume amanhã após licença de 15 dias. "Eu sou leal ao prefeito. Nunca faria nada que poderia prejudicá-lo. Tenho total sentimento de trabalho realizado com sucesso", comentou. Nanicos Partidos pequenos da região, conhecidos também por “nanicos”, tentam se unir para definir posicionamentos para as eleições de 2016.