Polícia

WhatsApp ‘revela’ agressão contra jovem desaparecida

13/05/2015 08:00


A Polícia Civil de Itaquaquecetuba investiga o desaparecimento de uma adolescente, de 17 anos, em Itaquá. A jovem havia informado a mãe que moraria com o namorado. Porém, a irmã recebeu, por meio de um aplicativo de celular, vídeos dela sendo agredida e áudios de ameaça. O caso foi registrado na noite de segunda-feira. Por volta das 18 horas de domingo, a adolescente informou a mãe que visitaria uma vizinha, mas que voltaria rapidamente. Horas depois, à meia noite, a garota ligou para a mãe relatando que estava no município de Itupeva, interior de São Paulo, e passaria a morar com o namorado. Assustada, a bolsista, de 44 anos, tentou ligar novamente à filha, mas não obteve êxito. Durante a noite de segunda, a irmã da garota começou a receber diversos vídeos e áudios no “WhatsApp” oriundos do telefone da vítima. As filmagens mostravam cinco pessoas a agredindo brutalmente e a ameaçando de morte. Investigação Por conta do desaparecimento e o teor das agressões e ameaças, o Setor de Homicídios de Itaquaquecetuba abriu inquérito para investiga o caso, e localizar o paradeiro da adolescente. Até o fechamento desta edição, a polícia não havia informado se há pistas dos autores do crime e quais foram os motivos que propiciaram o crime.