Polícia

Dois são presos após tentar subornar PMs

20/05/2015 08:01


A Polícia Militar de Itaquaquecetuba prendeu dois jovens, de 18 anos, sob a suspeita de corrupção ativa e associação ao tráfico de drogas. O caso ocorreu na manhã de ontem, na Rua Barbosa Ferraz, no Jardim Luciana. Na ação, a polícia apreendeu dois aparelhos celulares, além de R$ 2,5 mil. Segundo a PM, o montante seria entregue semanalmente para que fossem reduzidas as patrulhas e detenções de suspeitos de tráfico. Por conta dos índices criminais, os policiais realizavam o patrulhamento de rotina quando suspeitaram de ocupantes de um Chevrolet Corsa, estacionados ao lado de um ponto de tráfico. No momento em que foram abordados, os suspeitos alegaram terem recebido R$ 500 para entregar um aparelho celular aos militares. Em sequência, o telefone tocou e um sargento da PM atendeu. O chefe do narcotráfico local disse que pagaria R$ 2,5 mil semanalmente para não haver mais abordagens, pois, anteriormente, o suposto gerente já havia sido preso pelo delito e o comércio estava enfraquecendo. A polícia permitiu que um dos suspeitos fosse recolher a quantia, simulando que a aceitaria. Porém, ao retornar com o dinheiro, os PMs deram voz de prisão aos suspeitos. A dupla foi conduzida à Delegacia Central do município e, posteriormente, será encaminhada a uma unidade do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Região.

Investigação Agora, a Polícia Civil deve analisar os celulares apreendidos para identificar o líder da quadrilha, e, se possível, de onde partiu a ligação para detê-lo. “Esperamos que a próxima detenção seja do chefe da quadrilha para que, por fim, possamos propiciar mais segurança à população local", contaram o sargento Rogerio e os soldados Alexandre e Marco Antônio. O carro utilizado pelos suspeitos foi apreendido e encaminhado ao Pátio.