Reclamação

Comerciantes de Itaquá têm dor de cabeça com sinalização de trânsito

Abaixo-assinado é elaborado entre os moradores e os comerciantes para que a situação possa ser revertida

05/07/2019 23:58


Os comerciantes da Vila Maria Augusto, na Rua Tiradentes, em Itaquaquecetuba, reclamam da sinalização de trânsito - placas e pinturas da faixa central - no local. 
 
Eles alegam que a faixa central da rua é estreita e desfavorece o comércio. Além da faixa, há placas de 'proibido parar e estacionar' no lado em que os estabelecimentos se encontram e, de acordo com eles, isso prejudica o descarregamento de materiais. 
 
Outro fato que prejudica os comerciantes é a placa que sinaliza a proibição de carros estacionados em frente aos locais. 
 
"Os clientes optam por não virem frequentar as lojas porque eles não podem estacionar. Isso nos prejudica muito", conta o comerciante Elton Carlos da Costa.
 
Um abaixo-assinado, que será encaminhado à Prefeitura de Itaquá, está sendo elaborado entre os moradores e comerciantes do bairro para que a situação possa ser revertida. 
 
"Quando o caminhão chega para descarregar as mercadorias, os funcionários devem atravessar a rua, correndo o risco de se acidentarem. Como meu comércio é de construção, os funcionários tiveram que descarregar os cimentos pesados atravessando a rua. Isso é perigoso e nos prejudica", informa o comerciante Marivaldo Pedro da Costa.
 
Outra queixa dos comerciantes é que na rua ao lado a situação é diferente. Na Avenida Vital Brasil, nos pontos de estabelecimentos comerciais, eles alegam que a faixa central favorece o lado do comércio e não há placas que sinalizam proibição para o estacionamento de veículos. 
 
"Isso é desvantajoso para nós comerciantes. Se na rua ao lado a faixa favorece os comércios, na nossa rua isso deveria acontecer também", diz Elton Carlos.
 
Secretaria
 
A Secretaria de Transportes do município informou que está analisando a situação para sanar o problema dos comerciantes sem prejudicar a circulação e o fluxo de veículos no bairro sentido centro da cidade. A pasta também disse que "neste local havia problema nos horários de pico onde era permitido estacionar dos dois lados da via (exceto em guias rebaixadas) conforme a lei".

Isabelle Santini - de Itaquá