Cidades

Saúde toma providências sobre apontamentos do TCE em relatório

Postos estão sem extintores, vistoria do corpo de Bombeiros e alvará da Vigilância Sanitária

29/08/2019 23:58


A Secretaria Municipal de Saúde de Suzano está tomando as providências para regularizar os apontamentos da fiscalização do Tribunal de Contas do Estado (TCE). Segundo a pasta, o trabalho do Tribunal “é importantes para que a municipalidade direcione os recursos, sempre melhorando os serviços”. Mais: “Estes apontamentos auxiliam a gestão a aprimorar cada vez mais a infraestrutura oferecida à população”, informou.
 
Nesta semana, o TCE verificou falhas em três postos de Suzano. A UBS de Palmeiras, a UBS José Mariano de Souza Coutinho Junior e a UBS Tabamarajoara foram inspecionados na última terça-feiras.
 
A visita do TCE foi surpresa. Eles apareceram em diversas cidades do estado para a aferição dos postos. Em Suzano o tribunal verificou sete problemas que existem nos três postos, além de problemas específicos em cada um.
 
Os problemas presentes nas três UBS são de diversas naturezas. Não possuem extintor; não apresentam Registro de Responsabilidade Técnica no CRF/SP; a vistoria do corpo de bombeiros está com a validade vencida (AVCB); não possuem área física para receber e conferir medicamentos; não há atendimento preferencial; os medicamentos estão em embalagens de papelão ou terceiros; não possuem fonte alternativa de energia para os refrigeradores.
 
UBS José Mariano
 
A UBS José Mariano de Souza é o local que mais apresentou problemas. Além daqueles que aparecem em todos os postos, a UBS tem outros sete problemas. O responsável pelo posto não estava presente no local no momento em que o TCE compareceu, e ele não possui formação para a função. O local não possui ar condicionado ou ventilador, além de apresentar mofo e umidade. A UBS também não possui alvará da Vigilância Sanitária.
 
UBS Palmeiras
 
A UBS de Palmeiras apresentou quatro outros problemas. Um dos refrigeradores precisava de um plug na tomada, o que o TCE proíbe. Ela também possui três remédios próximos de vencer e apresenta divergências de estoque.
 
UBS Tabamarajoara 
 
Local não possui controle de umidade por meio de Termohigrômetro. A UBS também não possui alvará da vigilância sanitária.

Fernando Barreto - de Suzano