Polícia

Polícia prende suspeito de tentar matar mãe e filho em incêndio em Mogi

Primeiras informações apontam que homem foi capturado na Capital

07/11/2019 12:33


O homem suspeito de tentar matar mãe e filho, após um incêndio numa residência do Jardim Aeroporto III, na madrugada desta quinta-feira, 7, em Mogi das Cruzes, foi preso. A informação foi confirmada há pouco. O indivíduo está sendo conduzido ao 1° Distrito Policial (DP) da cidade, para prestar depoimento a respeito do fato. 

O preso é apontado como o principal suspeito do crime. Ele é companheiro da mulher. Na ocasião, segundo depoimento da vítima, o motivo para o incêndio foi que o casal rompeu o relacionamento. Testemunhas afirmam que, durante a madrugada, o suspeito e a vítima tiveram uma discussão acalorada.

Durante o incêndio à residência, a mulher teve cerca de 70% do corpo queimado. Já o filho dela, de 7 anos, foi atingido em 90% do corpo. O estado de saúde da criança é grave.

O DS aguarda mais informações sobre a prisão do suspeito. O texto pode sofrer alterações.

Entenda o caso

Uma mulher, de 34 anos, e o filho, de 7, ficaram feridos com queimaduras em 70 e 90% do corpo, respectivamente, após a casa onde moram ser incendiada na Rua General Longo, no Jardim Aeroporto III, em Mogi das Cruzes, durante a madrugada desta quinta-feira, 7. De acordo com as primeiras informações, o principal suspeito do crime é o companheiro da mulher.

As vítimas estão internadas no Hospital Luzia de Pinho Melo. O Estado ainda não divulgou o real estado de saúde das vítimas.


Marcus Pontes - de Mogi