Lance Livre

Lance Livre 08-01-2020

07/01/2020 23:59


Tribunal de Contas
O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo (TCE-SP)aguarda que as prefeituras e o governo do Estado atualizem informações sobre obras paralisadas e atrasadas. As informações são do site do TCE na internet.
 
Dados
Ainda segundo o site do Tribunal, os dados devem ser enviados até sexta-feira. O TCE aguarda também complementação do cadastro com o endereço das obras atrasadas ou paralisadas. 
 
On-line
As questões devem ser respondidas on-line por meio do link www.tce.sp.gov.br/obras. Os dados fornecidos após esta data só constarão da atualização no Painel de Obras Atrasadas ou Paralisadas em abril de 2020.
 
Painel de Obras
Em abril de 2019, o TCE disponibilizou a plataforma ‘Painel de Obras Atrasadas ou Paralisadas’ – ferramenta que permite verificar a relação de todas as obras atrasadas ou paralisadas no Estado. 
 
30 de setembro
Atualizado em 30 de setembro do ano passado, o Painel registra um total de 1.542 empreendimentos que se encontram com problemas de cronograma, cujos valores iniciais dos contratos superam a casa dos R$ 43 bilhões.
 
Mapas
Por meio da ferramenta, são disponibilizados mapas, gráficos e informações detalhadas de cada obra, conforme as informações prestadas pelos jurisdicionados, apontando as principais fontes de recursos dos empreendimentos e a classificação das obras por áreas temáticas, como Educação, Saúde, Habitação, Mobilidade Urbana, entre outras. 
 
Acesso público
O acesso é público e pode ser realizado pelo site do TCE, na área ‘Sistemas e Serviços’, sob o ícone ‘Obras paralisadas ou atrasadas’, ou pelo link www.tce.sp.gov.br/paineldeobras. Todas as informações podem ser baixadas na forma de planilhas.
 
Agosto
Em agosto do ano passado, o Alto Tietê contabilizou 39 obras paralisadas ou atrasadas. Salesópolis e Ferraz de Vasconcelos eram os municípios com o maior número.

Edgar Leite