Editorial

Auxílio de R$ 600

08/04/2020 23:59


Nesta semana, a Caixa Econômica Federal (CEF) lançou plataformas de solicitação do benefício de auxílio emergencial para trabalhadores autônomos, informais e Microempreendedores Individuais (MEIs) durante a crise do coronavírus. 
Um repasse importante para amenizar o sofrimento de milhares de trabalhadores informais, sem renda em uma crise sem precedentes por conta dos casos de Covid-19.
Desde terça-feira (7) está em operação o site e o aplicativo de celular com sistema Android e IOS uma plataforma para que os trabalhadores possam fazer o pedido do auxílio. O banco também abriu canal telefônico (111) para que a população possa tirar dúvidas.
De acordo com as projeções do governo, é esperado que entre 15 milhões e 20 milhões de brasileiros façam o cadastro para a concessão do auxílio emergencial. As inscrições devem ser feitas apenas pelos trabalhadores que não estão registrados no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico), ou no programa social Bolsa Família, e que não contribuem para o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).
A medida é vista como fundamental para não aumentar os impactos sociais e econômicos ocasionados pela pandemia. 
A renda mínima emergencial, nesse momento a entender como é que as famílias vão sobreviver em uma economia que está paralisada.
Na região e, em Suzano, as prefeituras começaram a se mobilizar com seus cadastros de pessoas que estarão incluídos no benefício.
Em Suzano, o DS apurou que, pelo menos 347 pessoas serão beneficiadas com a verba de R$ 600, que será pago pelo governo federal aos trabalhadores informais por conta da pandemia.
A cidade conta com 267 profissionais certificados com a Carteira Municipal de Artesão, além de, pelo menos, 80 vendedores ambulantes cadastrados em diversas categorias. 
O benefício será pago automaticamente para as pessoas que estão dentro de bancos de dados oficiais do governo, como Cadastro Único, por exemplo. Já aos que estão fora, terão que preencher um formulário eletrônico para terem acesso ao benefício.
As Secretarias Municipais de Desenvolvimento Econômico e Geração de Renda e de Assistência e Desenvolvimento Social vão orientar a população, caso seja necessário. 
No Centro Unificado de Serviços (Centrus) de Suzano, a pasta de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego está estimulando o público a utilizar os serviços eletrônicos e o atendimento virtual. 
Também tem mantido canal aberto com todos os setores produtivos da cidade seus representantes, como a Associação Comercial e Empresarial, a Câmara dos Dirigentes Lojistas e o Sindicato do Comércio Varejista, por exemplo.
O auxílio é, sem dúvida, importante e pode contribuir, de forma muito direta, para a subsistência de trabalhadores em situação crítica, sem renda em todo o País.