Polícia

Polícia Ambiental resgata 30 aves silvestres e detém dois por suspeita de comércio ilegal

Multas emitidas à dupla passam dos R$ 16 mil; animais serão soltos na natureza

05/06/2020 13:41


Ao todo, 30 aves silvestres foram resgatadas numa residência no Jardim Mônica, em Itaquaquecetuba. A ação conjunta foi realizada, na quarta-feira, 3, por policiais da Ambiental e do 35º Batalhão. Segundo a PM, dois homens foram detidos. Um deles é suspeito de capturar e comercializar as aves ilegalmente. 

A atividade ilegal era alvo de denúncia enviada à Ouvidoria da Prefeitura de Itaquaquecetuba. Policiais, então, obtiveram detalhes do caso, e foram até o local. 

De acordo com a PM, dois homens foram encontrados em frente à residência alvo da ação, na Rua Cuba. Ambos tentaram fugir, mas foram detidos. 

Os PMs encontraram várias espécies de aves na casa, como coleirinha, cardeal do nordeste, sabia laranjeira e trinca ferro. Todas estavam engaioladas. 

Segundo a PM, um dos homens, que estava com duas aves em gaiolas, disse ter ido consultar com o amigo se havia pagado um valor condizente ao mercado.

Já o outro indivíduo, que é investigado por capturar e vender aves silvestres, falou que as aves encontradas dentro da casa lhe pertenciam. Porém, negou que realizasse a captura e venda ilegal. 

Os detidos foram levados à Delegacia de Meio Ambiente de Mogi, onde foram autuados e multados por crimes ambientais. 

Segundo a PM, as aves resgatadas serão soltas na natureza.


Marcus Pontes - de Itaquá