Polícia

Por ciúmes, analista esfaqueia colega de trabalho da namorada em farmácia de Mogi

Outra funcionária do estabelecimento também foi agredida durante o ataque do suspeito

17/06/2020 14:46


Um analista de sistemas, de 27 anos, foi preso após agredir a namorada e esfaquear o colega de trabalho dela nesta segunda-feira, 15, na Vila da Prata, em Mogi das Cruzes. O crime ocorreu numa farmácia, local de trabalho das vítimas. O ataque foi motivado por ciúmes. O suspeito preso responderá pelos crimes de violência doméstica, lesão corporal, dano e tentativa de homicídio.

Segundo a Guarda Civil Municipal, agentes foram chamados para atender a uma ocorrência de briga. No local, porém, descobriram que o responsável pelo ataque havia fugido. E que só não conseguiu matar uma das vítimas devido clientes terem intervindo. Além de agredir a namorada e esfaquear o colega de trabalho dela, o analista de sistemas, ainda, empurrou outra funcionária, o que lhe causou ferimentos leves. 

Instantes depois do ataque, a então namorada do suspeito soube que ele teria retornado à sua residência. Foi então que agentes seguiram o Jardim Camila, e capturaram o foragido. Em depoimento à Polícia Civil, o homem afirmou que, após ver uma troca de mensagens entre a então namorada e o rapaz esfaqueado, teve um ataque de ciúmes e decidiu tirar satisfação. 

No boletim, a namorada do suspeito contou que o relacionamento deles durava dois anos e meio. Disse, ainda, que o rapaz era ciumento, mas que nunca havia dado nenhum sinal de ser violento. À Polícia Civil, ela manifestou o desejo de uma medida protetiva em desfavor do agora ex-namorado. 

O DS tentou contato com a defesa do suspeito, que não foi localizada. O caso foi registrado no 1° Distrito Policial (DP) de Mogi das Cruzes.


Marcus Pontes - de Mogi