Região

Em cerimônia virtual, Gian Lopes entrega reservatório do piscinão

Projeto idealizado em 2004, pelo ex-prefeito Eduardo Carlos Felippe, o Eduardão, enfim está concluído e ajudará no combate às enchentes no município

04/08/2020 16:40


O prefeito de Poá, Gian Lopes, ao lado de secretários municipais e vereadores, entregou na manhã de hoje (4/8) o reservatório do Piscinão da Vila Romana. O projeto, que teve início em 2004, foi idealizado para evitar alagamentos da região central durante o período chuvoso. Devido às medidas preventivas contra o novo Coronavírus, o evento foi transmitido pelo Facebook da Prefeitura de Poá e do chefe do Poder Executivo.

“O combate às enchentes em Poá sempre foi uma grande preocupação da nossa administração. Encontramos essa obra do Piscinão paralisada e trabalhamos muito para concluí-la. A entrega do reservatório do piscinão é crucial para evitarmos o registro de enchentes e alagamentos na cidade. Também é preciso parabenizar a iniciativa do ex-prefeito Eduardo Carlos Felippe, o Eduardão, que deu início a este projeto e agora tenho a felicidade de entregá-lo para a nossa população”, explicou o prefeito.

O ex-secretário de Obras do governo Eduardão, João Francisco França Lopes, reforçou que foi feito um projeto em 2004 para construção do Piscinão da Vila Romana. “Apresentamos o projeto para os governos do Estado e Federal para conseguir os recursos. Já nesta época foi detectado que precisaríamos de um complexo como este para o combate às enchentes na cidade. Pra mim é motivo de muita alegria e satisfação ver a conclusão dessa obra” comentou.

O atual secretário de Obras, Augusto de Jesus, disse ser um momento histórico para Poá e ressaltou que todas as bombas do reservatório de água também estão funcionando. “Existe um sistema automático de controle de nível do reservatório e do Córrego Itaim através de sensores. Com isso o acionamento das bombas é automático, não necessitando um de um operador local. Na prática, o piscinão já está em operação há alguns meses para evitar alagamentos da região central durante o período chuvoso, porém agora com 100% da sua capacidade”.

O piscinão tem 14 metros de profundidade e capacidade de armazenar até 210 milhões de litros de água. O reservatório conta com sete bombas para a drenagem, sendo que seis delas são de alta capacidade, com vazão de 500 litros por segundo, e uma de menor potência para auxílio na retirada da água acumulada abaixo de meio metro de profundidade.

O presidente da Associação Comercial e Industrial de Poá (ACIP), Rodolfo Zaharansky Filho, comemorou a conclusão das obras do reservatório do Piscinão da Vila Romana. “Como morador de Poá, comerciante e presidente da ACIP, posso falar com propriedade que as enchentes são um problema crônico e antigo no município e hoje contamos com esse equipamento pronto que será essencial. Hoje o comerciante e empresário da cidade observa novas possibilidades de negócios, já que não terão mais grandes prejuízos com os alagamentos regulares que eram registrados todos os verões”.


de Poá