Cidades

Suzano retoma castração de animais; no sábado 45 cães e 35 gatos passaram pelo procedimento

Durante o mutirão, cães e gatos são recepcionados, cadastrados e encaminhados para pesagem, anestesia e cirurgia

22/09/2020 17:18


Os mutirões para castração de animais foram retomados em Suzano. A informação são da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e o Setor de Controle de Zoonoses. A ação mais recente ocorreu no último sábado (19 de setembro), nas dependências da Escola Municipal Victor Salviano, no bairro Cidade Miguel Badra. Na ocasião, 45 cães e 35 gatos passaram pelo procedimento cirúrgico.
 
Eles faziam parte de uma demanda reprimida, uma vez que a iniciativa estava paralisada desde o advento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). A intenção agora é promover um mutirão como este para aproximadamente cem animais a cada duas semanas até o final do ano, exceto em novembro (os locais ainda serão definidos). Para isso, a Prefeitura de Suzano garantiu a contratação de mais 2.750 castrações. Na atual gestão, cerca de 3 mil já foram realizadas.
 
Durante o mutirão, cães e gatos são recepcionados, cadastrados e encaminhados para pesagem, anestesia e cirurgia. Após acompanhamento do pós-operatório, os responsáveis, que são munícipes e protetores, os recebem de volta e são orientados sobre os cuidados necessários. No último sábado, ainda foram executadas medidas de segurança sanitária da quarentena junto ao público, como aferição de temperatura corporal na entrada da escola, distanciamento social e exigência do uso de máscara.
 
De acordo com o Setor de Controle de Zoonoses, a castração é um dos métodos mais eficientes para o controle populacional e reflete a médio e longo prazos no número de cães e gatos abandonados. Para participar, é necessário fazer uma inscrição prévia no Centro Unificado de Serviços, o Centrus (avenida Paulo Portela, 210 – Centro). Informações estão disponíveis pelos telefones (11) 4745-2064 e 4745-2055.
 
Além do procedimento cirúrgico, um microchip eletrônico também é implantado sob a pele do animal atendido. Por meio de um aparelho específico de leitura (scanner) é possível acessar várias informações relevantes, como idade, porte, raça, identificação, endereço, entre outras. Desde 2019, já foram implantados cerca de 1,6 mil microchips.

de Suzano