Política

Após eleições, vereadores eleitos no Alto Tietê vão nomear 297 assessores

Dados são referentes as cinco principais cidades da região

26/09/2020 17:00


A partir de 2021, quando as câmaras do Alto Tietê iniciarem nova legislatura, os vereadores eleitos vão poder nomear 297 assessores parlamentares. Os dados são referentes as cinco principais cidades da região.
 
A Câmara de Mogi das Cruzes e Suzano registram o maior número de assessores. São cinco e quatro funcionários divididos por 23 e 19 gabinetes, respectivamente. No total são 114 e 76 assessores nas respectivas câmaras municipais.
 
Outras cidades
 
Em Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos e Poá são dois assessores por gabinete. Em Itaquá são 19 gabinetes, em Ferraz são 17 e Poá também 17 vereadores eleitos em cada eleição
Vale ressaltar que a Câmara de Suzano e de Itaquá reduziram o número de assessores em cada órgão legislador. Os vereadores de Suzano dispunham de cinco assessores até 2018. Na época, o vereador Leandro Alves de Faria, o Leandrinho (PL), reduziu de cinco para quatro assessores. 
Segundo a assessoria de imprensa da Câmara de Suzano, a mudança gerou economia de R$ 942 mil. A redução está baseada na lei 5.186/2019.
 
Na Câmara de Itaquá a mudança ocorreu no ano passado. O total de assessores até 2019 eram três por gabinete, e atualmente são dois.
 
Todas as cinco câmaras responderam que a redução ou ampliação pode ocorrer por meio de projeto de lei. Mas todas responderam que no momento não há nenhum projeto em pauta.

Fernando Barreto - de Suzano