Cidades

Comerciantes estimam aumento moderado de 2% nas vendas para o Dia das Crianças

Pandemia do novo coronavírus é o fato principal para o baixo crescimento nas vendas

30/09/2020 12:00


Comerciantes de Suzano acreditam em um aumento moderado nas vendas para o Dia das Crianças, que acontece no dia 12 de outubro. A pandemia do novo coronavírus é o fato principal para o baixo crescimento nas vendas.
 
O gerente comercial da Associação Comercial e Empresarial de Suzano (ACE), Alvani Corrêa espera uma melhora se comparado aos últimos meses, mas ainda ficará abaixo se comparado ao ano passado. "Se houver um aumento será no máximo 2% a mais do que ano passado, para ser mais otimista. Esperamos uma melhora do que nos últimos meses, mas ainda assim, não chegará perto do que foi em 2019", explica.
 
Os comerciantes da cidade também projetam um pequeno aumento nesse período e acreditam que a pandemia da Covid-19 está ligada diretamente no baixo crescimento das vendas. Por conta disso, os comerciantes esperam manter ou ao menos chegar próximo do que foi vendido ano passado, como diz o gerente da loja Miamor, Laudo Koga. "Estamos esperando que venda igual ou próximo do ano passado. Como é um produto que todo ano as pessoas acabam comprando. Esperamos pelo menos manter ou chegar próximo do ano passado. Por conta da pandemia, tem gente que prefere não sair por conta da aglomeração", disse.
 
A líder do setor infantil da loja Torra-Torra, Joseane Soares, também acredita em um crescimento baixo nas vendas nesse período. "Oscila muito. Tem muita gente que não liga para a pandemia e outras evitam sair de casa. Comparado ao o ano passado será bem moderado". 
 
Além da pandemia, a troca de data também dificulta as vendas, segundo Cláudia Schmidt, que atua como gerente da loja Marisa, no Centro de Suzano: "No ano passado, o Dia das Crianças caiu em um sábado e este ano será na segunda e vendemos três vezes mais do que provavelmente vamos vender esse ano. Claro que sempre há uma expectativa de vender muito, mas não podemos fechar os olhos para isso", completou Cláudia.

Thiago Caetano - de Suzano