Cidades

Municípios do Alto Tietê farão correção do IPTU para 2021

24/11/2020 14:26


Os municípios do Alto Tietê já começaram a definir os reajustes de valores para o IPTU de 2021. Procuradas pelo DS, as cidades de Suzano, Poá e Ferraz de Vasconcelos deram detalhes de como está a arrecadação do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) neste ano, e como pretendem realizar a correção pelo Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) para o próximo. 
 
Em Ferraz de Vasconcelos, de janeiro deste ano até o mês de outubro, a cidade arrecadou R$ 17,830 milhões de Imposto Predial e Territorial Urbano, sendo que, no ano anterior, o município havia arrecadado um pouco mais, R$ 17,968 milhões. Na cidade, por força do Código Tributário Municipal, o IPTU do exercício de 2021 será reajustado pelo índice do IPVA, no percentual de 3,14%.
 
Em Suzano, de acordo com a Secretaria Municipal de Planejamento e Finanças, as informações da arrecadação só serão divulgadas a partir da segunda quinzena de dezembro. Isso porque a Prefeitura prorrogou o pagamento do IPTU de 2020 para até o dia 15 de dezembro, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19), uma maneira de dar maior “fôlego” aos contribuintes susanenses. Já o IPCA está em fase de verificação, sendo possível a divulgação também apenas em dezembro. Segundo a pasta, até 31 de agosto, Suzano registrou R$77,98 milhões com o Imposto Predial e Territorial Urbano para receitas orçamentárias.
 
Na cidade de Poá, no período entre janeiro a outubro deste ano, a cidade arrecadou R$ 15,5 milhões de IPTU. Em 2019, no mesmo período, o município havia arrecadado a quantia de R$ 16,06 milhões. Segundo a Prefeitura, para o próximo exercício haverá a correção pelo IPCA, apenas a inflação, mas ainda não há como prever o índice.

Matheus Cruz - de Suzano