Cidades

Alto Tietê recupera 571 veículos em 650 roubos de carros no 1° quadrimestre

Dados são computados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo

20/06/2021 16:00


As dez cidades do Alto Tietê somam juntas 650 ocorrências de roubo à veículos abertos no primeiro quadrimestre do ano. O número indica queda percentual de 2,54% ao número de ocorrências deste tipo abertas no mesmo período do ano passado, quando 667 registros foram gerados. Por outro lado, o número de veículos recuperados teve aumento. Neste ano, de janeiro a abril foram 571 resgatados pela polícia, contra 553 no ano passado. Um aumento de 3,25% no índice. 
Os dados são computados pela Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e divulgados na plataforma de dados estatísticos de ocorrência em todo o estado. Entre as cidades da região, Itaquaquecetuba, Ferraz de Vasconcelos e Suzano tiveram mais registros de roubo a veículos. 
 
Em Suzano, apenas nos quatro primeiros meses deste ano a cidade teve 126 ocorrências de veículos roubados, número menor na comparação com o mesmo período de 2020, quando a cidade teve 170. O percentual indica queda de 25,88% no número de veículos roubados em um ano. 
 
Por outro lado, o índice de veículos recuperados pela polícia na cidade apresentou queda de 29,24%. Isso porque, de janeiro a abril do ano passado, foram 106 recuperados, contra 75 no mesmo período deste ano. 
 
Do Alto Tietê, Itaqua é a cidade "campeã" no índice de veículos roubados. Foram pelo menos 202 de janeiro a abril deste ano, contra 210 do mesmo período do ano passado. Entre os recuperados, foram 190 nos quatro primeiros meses de 2021, três a menos do registrado em 2020, quando a polícia encontrou 193. 
 
Com índices também altos, Ferraz é a segunda colocada no ranking com mais veículos roubados. O município teve 130 ocorrências deste tipo abertas até de janeiro a abril deste ano, no ano passado foram 134. De acordo com a plataforma, 84 já foram recuperados, quase o dobro do número apontado em 2020, quando 44 veículos foram resgatados de janeiro a abril daquele ano. Um importante aumento de 90% no índice de recuperação. 
 
Seguindo a lista, Mogi teve aumento no número de ocorrências abertas relacionadas a roubo de veículos. De 58 abertas nos quatro primeiros meses do ano passado, o município apontou 89 neste ano, um aumento de 53,44%. Por outro lado, também houve aumento no índice de recuperação. Entre janeiro e abril de 2020 foram 98 veículos resgatados na cidade, passando para 115 no mesmo período deste ano. Um aumento percentual de 17,34%. 
 
Fechando a lista das cidades que apresentaram números mais graves de roubo à veículos, a cidade de Poá aparece com índices de aumento. Isso porque, foram 60 ocorrências abertas neste período, contra 50 de janeiro a abril de 2020. O número de recuperação também passou por aumento. Foram 39 no ano passado, contra 57 neste ano. 
 
Já nas cidades consideradas "mais tranquilas", Arujá apontou melhora significativa no índice de roubos à veículos. Enquanto de janeiro a abril de 2020 a cidade teve 34 ocorrências, neste ano o número caiu para 19. Percentual de 44,11% a menos. Entretanto, no comparativo de recuperados, o índice também passou por queda. Foram 38 veículos recuperados entre janeiro a abril de 2020, no mesmo período deste ano foram 19. Uma queda de 50%. 
 
Em Santa Isabel, o número de ocorrências passou por aumento de um ano para o outro. Até abril de 2020 a cidade tinha apenas quatro queixas abertas, neste ano passou para nove. De janeiro a abril do ano passado foram sete recuperados, neste ano foram nove. Uma pequena melhora. 

Matheus Cruz - de Suzano