Manifestação

Ato contra Bolsonaro reúne cerca de 100 manifestantes no Miguel Badra

Protesto ocorreu às 10 horas neste sábado (24). Medidas contra a pandemia e econômicas são as principais reinvindicações

24/07/2021 13:32


Cerca de 100 manifestantes participaram de um ato contra o presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) na manhã deste sábado (24), no Miguel Badra, em Suzano. O protesto ocorreu às 10 horas, na Rua Emília Barradas Simões.

As principais reinvindicações são por medidas contra a pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e também econômicas, como política de geração de emprego e renda. A manifestação foi organizada por partidos de esquerda de Suzano, como o PT, PSOL e PC do B, sindicatos, lideranças de bairros e entidades como Frente Brasil Popular e Povo sem Medo.

O presidente do Partido dos Trabalhadores (PT) de Suzano, Valterson Mengalli, criticou a postura de Bolsonaro em meio à pandemia. “Bolsonaro tem se mostrado incapaz de controlar a crise sanitária e emprego que assola o País. Tem se mostrado negacionista, demorou para comprar as vacinas, negou quando foi ofertado e não tem sido capaz de apresentar propostas para enfrentarmos esse período e também para retomar empregos”, disse Mengalli.

Segundo ele, a população carente é a quem mais sofre e por isso teve ideia de realizar o ato no Miguel Badra. Normalmente, as manifestações ocorrem nas regiões centrais do município. “Quem sofre é nós da periferia. Sofremos com o aumento do arroz, feijão, carne, combustível e gás de cozinha”.

Segundo Mengalli, novos atos podem acontecer no município, mas ainda não há uma data definida.


Thiago Caetano - de Suzano