Região

Vacinação chega a 585 presos da região com cobertura de 23,4% da população carcerária

Expectativa é que a vacinação dos detentos avance no mês de agosto, segundo o governo do Estado

27/07/2021 05:00


Pelo menos 585 presos foram vacinados nas unidades do Centro de Detenção Provisória (CDP) de Mogi das Cruzes e Suzano, segundo a Secretaria de Administração Penitenciária de São Paulo (SAP). 
 
O número equivale a 23,4% da população carcerária de 2.490 presos. 
 
A expectativa da pasta é que a vacinação contra o novo coronavírus (Covid-19) nas unidades prisionais avance no mês de agosto, isto porque a maioria da população carcerária é jovem.
 
Ainda segundo a SAP, a vacinação dos presos segue o Plano de Estadual de Imunização (PEI). 
 
É levado em consideração o aumento das faixas etárias elegíveis para a vacinação pelo PEI.
 
Até o último sábado (24), o CDP de Mogi das Cruzes abrigava 1.214 detentos. 
 
A capacidade é de 844. Já o CDP de Suzano possui 1.276 presos, com capacidade de abrigar 844 detentos.
 
Os números podem ser acessados no site da Secretaria de Administração Penitenciária.
 
O órgão ressalta que a imunização nas unidades prisionais depende de agendamento das prefeituras, sendo delas, “a responsabilidade de administrar vacinas contra a Covid-19, inclusive para a população carcerária”.
 
Além disso, a pasta destaca que foi realizada uma campanha de vacinação contra a gripe nas prisões paulistas. Por conta disso, é necessário um intervalo de 15 dias entre as doses das duas vacinas (contra a Covid-19 e gripe). Em virtude disso, alguns presos podem não ter recebido a dose contra o coronavírus por conta deste intervalo.
 
Tribunal de Justiça
 
O Tribunal de Justiça de São Paulo determinou, nesta sexta-feira (23), que o Governo de São Paulo imunize todos os detentos dentro de um prazo de 15 dias. Caso a medida não seja cumprida, será definido um valor de multa diária. A decisão não é definitiva, mas está em andamento. 

Thiago Caetano - da Região