Região

Redução do ICMS beneficia 12 mil bares e restaurantes

Dado foi passado ao DS pelo presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região (Sincomércio), Valterli Martinez

26/09/2021 18:18


Mais de 12 mil bares e restaurantes do Alto Tietê já estão sendo afetados com a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no Estado de São Paulo. O dado foi passado ao DS pelo presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Mogi das Cruzes e Região (Sincomércio), Valterli Martinez.
 
Ele vê com bons olhos a alteração e considera importante não só para os bares e restaurantes – que são o principal alvo da redução – mas também aos comércios do Alto Tietê.
 
“Hoje, qualquer tipo de redução de impostos ajuda. Não vai ser ‘aquele valor’, mas vai ajudar muito, não só os donos de restaurantes, mas também os de comércios. Vemos com bons olhos essa estratégia do governo. Ela vai ajudar o comércio, que também usa produtos que serão afetados com a redução do ICMS”, destacou o presidente do Sincomércio.
 
O governador João Doria anunciou, na semana passada, a redução na alíquota do ICMS para bares e restaurantes instalados em todo o Estado de São Paulo, afetando comerciantes destes setores aqui no Alto Tietê.
 
O imposto voltou para 3,2%, que é o mesmo patamar do ano passado. Antes da alteração, o ICMS estava em 3,69%. Segundo o governo do Estado, a expectativa é de beneficiar 250 mil estabelecimentos em todos os 645 municípios.
“A mudança dá um ânimo para os donos de comércios e também para os consumidores neste momento de retomada mais forte”, salientou Valterli.
 
O secretário de Fazenda e Planejamento de São Paulo, Henrique Meirelles, afirmou, durante o anúncio, que a alteração vai ajudar na retomada do setor que, segundo ele, é “grande empregador e gerador de renda”.
 
“A medida é resultado de muito diálogo do governo com o setor. A redução para 3,2% significa a redução de 13% do ICMS para o Estado. É uma renúncia fiscal de mais de R$ 100 milhões. É uma medida muito necessária para a retomada do setor”, disse.

Daniel Marques - da Região