Região

54 mil famílias do Alto Tietê podem ter energia elétrica cortada

Programa proibia suspensão do fornecimento de energia por falta pagamento

10/10/2021 22:00


Pelo menos 54 mil famílias do Alto Tietê inscritas no programa Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), podem ter a energia elétrica cortada. Válido desde abril, o projeto proibia a suspensão do fornecimento de energia por falta de pagamento, entretanto, a medida chegou ao fim no último dia 30 de setembro.
 
Os dados consideram oito cidades da região atendidas pela EDP, como Suzano, Mogi das Cruzes, Itaquaquecetuba, Poá, Ferraz de Vasconcelos, Guararema, Salesópolis e Biritiba Mirim. Arujá e Santa Isabel são atendidas por outra fornecedora.
 
De acordo com a EDP, as 54 mil famílias inscritas no programa estão cadastradas no TSEE, programa do Governo Federal que concede desconto às famílias de baixa renda. Estas famílias foram beneficiadas pela resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que estava em vigor desde abril e durou até 30 de setembro, em todo país.
 
Enquanto concessionária de serviço público federal de distribuição de energia elétrica, a EDP informou que são cumpridas as diretrizes e regras da Aneel. 
 
Desta forma, volta a ser válida a regra geral que permite a suspensão de fornecimento a todos os clientes inadimplentes.
 
Apesar disso, antes do desligamento ocorrer, as famílias que estão em atraso com o pagamento deverão receber notificações antecipadas alertando da necessidade de regularizar suas contas e evitar o corte. Para facilitar o processo, a EDP mantém acordos de pagamento das faturas em atraso.
 
Parcelamento
 
A negociação é oferecida desde o início da pandemia e inclui parcelamento diferenciado para famílias cadastrado na Tarifa Social. Neste modelo, é possível realizar o acordo com entrada reduzida, parcelamento em até 24 vezes e 100% de desconto nas correções (juros e IGPM/IPCA). Para realizar o parcelamento, o cliente pode acessar o site www.edponline.com.br, podendo optar pelo acordo considerado mais viável para cada cenário, ou pelo aplicativo EDP Online, que pode ser baixado em todas as plataformas de smartphone ou tablets. Basta ter em mãos o número de instalação e o CPF do titular da fatura. Também é possível fazer contato via Central de Atendimento, no 0800 721 0123.
 
Para facilitar ainda mais o contato do cliente, a empresa disponibiliza um contato via WhatsApp, por meio do número (11) 93465-2888 para a consulta de débitos e solicitação de código de barras para pagamento.
 
No atendimento presencial, a EDP reforça que, para evitar aglomeração de pessoas nas agências, a escolha da data e horário do atendimento deve ser feita pelo site www.edp.com.br/agendamento.

Matheus Cruz - da Região