Cultura

Exposição reúne obras de seis artistas em Ferraz neste domingo

Evento também terá shows, campeonato de skate e biblioteca comunitária

17/12/2021 22:23


A exposição “Do doce ao amargo”, que será realizada em Ferraz de Vasconcelos no próximo domingo (19), vai reunir obras de pelo menos seis artistas da região do Alto Tietê. Com biblioteca comunitária, campeonato de skate e shows, a expectativa é promover o trabalho dos artistas e resgatar o movimento cultural no município. 

Na mostra, o artista Matheus Victor - conhecido como Matheus V -, traz uma mostra do seu trabalho “Amargo”, e convida artistas da região para uma exposição coletiva. 

O evento tem início às 12h e será realizado na Avenida Jânio Quadros, 180. De acordo com Gilberto Lucas, que é um dos organizadores da ação, além dos próprios artistas, todo o processo de preparação conta com o apoio de empreendedores da cidade e pessoas que também acreditam no poder da transformação por meio da arte, cultura e do esporte. 

“Acho importante iniciativas como essa acontecerem, principalmente nas periferias, onde o acesso e incentivo a cultura e lazer são escassos. É uma oportunidade de artistas independentes apresentarem seus trabalhos ao público e da comunidade vivenciar a experiência das exposições artísticas, além de conectar as artes visuais com música e skate”, explica. 

Entre as obras expostas, poderão ser encontrados trabalhos dos artistas Lucas de Souza, Camila Martinazzi, Diego Rufino, Matheus Victor, Tainá Lopes e Gabriel Freitas.  Na música, o som vai ficar por conta de Yuri Pereyra e Danilo Pacheco (Skrap).  

De acordo com o arte-educador Weideu da Silva, conhecido como Weipato, a expectativa é que o evento seja apenas o início de um grande movimento no setor cultural da cidade.  

“As expectativas para o evento é de que a cidade possa ter uma vivência de arte e cultura, já que a região está carente nesse setor. Espero que possamos tocar os corações das pessoas com a arte, assim como a arte nos tocou. Que esse seja o primeiro de muitos eventos de arte e cultura”, completa.


Matheus Cruz