Região

Impostos federais, estaduais e municipais pagos no Alto Tietê somam R$ 572 milhões

Dados são do Impostômetro que estima a quantidade de tributos pagos pela população aos governos

11/05/2022 05:00


O total de impostos – municipais, estaduais e federal - arrecadados pelo Alto Tietê entre janeiro até 10 de maio deste ano resulta em R$ 572.300.000. O valor representa um aumento de 36,94% em comparação com a arrecadação no mesmo período do ano passado, quando a população da região pagou mais de R$ 417.900.000 em impostos.
 
Os dados são do Impostômetro que estima a quantidade de tributos pagos pela população ao governo federal, estadual e municipal.
 
Mogi das Cruzes, Poá e Suzano foram os municípios que mais pagaram tributos neste ano. Até 10 de maio as três cidades juntas somam mais de em impostos. Mogi lidera com R$ 175,5 milhões, Poá com R$ 108,1 milhões e Suzano com R$ 91,7 milhões.
 
Na sequência aparece Itaquaquecetuba, com R$ 66,1 milhões e Ferraz também com R$ 66,1 milhões arrecadados. Na sexta posição aparece Arujá, que arrecadou R$ 37,3 milhões de impostos. Guararema arrecadou R$ 11,5 milhões. Oitava posição no ranking vem Santa Isabel arrecadou R$ 11,1 milhões de impostos
 
Na sequência as cidades com menor arrecadação são Biritiba-Mirim com R$ 3,2 milhões e Salesópolis com R$ 1,7 milhões.
 
No Estado, desde de janeiro até 10 de maio foi arrecadado R$ 13.135.225.795. O valor representa um aumento de 10,07%. Em comparação com a arrecadação no mesmo período do ano passado, a população do Estado pagou mais de R$ 11.811.731.337
 
Impostômetro
 
Impostômetro é um medidor estatístico para medir os impostos que um país paga em qualquer instante de tempo. Como alguns impostos são contabilizados uma vez por mês, (ou por ano) o impostômetro normalmente se utiliza de uma regressão estatística para deduzir a arrecadação tributária em qualquer instante de tempo.

Guynever Maropo - de Suzano