Caderno D

Taylor Swift é a maior vencedora do VMA 2015 com quatro troféus

01/09/2015 08:00


O Video Music Awards (VMA) da MTV americana premiou no último domingo os músicos locais. A cantora Taylor Swift foi a grande vencedora da noite, levando o prêmio de melhor clipe do ano. A apresentação ficou por conta de Miley Cyrus que foi elogiada pelo público. A cerimônia teve shows de Justin Bieber, Nicki Minaj, Pharrell Williams, The Weeknd, Macklemore, entre outros. Bieber cantou sua nova música "What do you mean?", e lançou o clipe da música após a performance. Um encontro esperado foi entre Taylor Swift e Nicki Minaj, que se apresentaram juntas no palco da cerimônia. As cantoras se envolveram em uma discussão no Twitter sobre indicações do Video Music Awards. Nicki ficou decepcionada por não ter sido indicada ao principal prêmio pelo vídeo de "Anaconda" e Swift respondeu. Outra polêmica da noite foi Minaj ao receber o prêmio de melhor clipe de hip-hop com “Anaconda” criticou Cyrus. Tudo isso porque a voz de "Wrecking Ball" deu uma entrevista ao jornal New York Times criticando as declarações da rapper. "Se você quer falar sobre questões raciais, tem um jeito pra isso. Mas não faça tudo girar em torno de você. Diga 'Esse é o motivo pelo qual eu acho importante ser nomeada. Há garotas por todos os lugares com este tipo de corpo", declarou Miley durante o bate-papo. Em seu discurso de agradecimento no VMA, Minaj fez questão de mostrar que não lhe agradou nem um pouco as críticas da americana. "E agora de volta para essa pessoa que tem muita coisa pra falar de mim para a imprensa. Miley, e aí?", disse a rapper com uma expressão bastante irritada. "Eu ainda não entendo essas premiações", disse a certa altura do seu discurso de aceitação do "video vanguard award" o rapper americano Kanye West, na noite deste domingo, 30, na cerimônia do Video Music Awards da MTV. Kanye West "Eu ainda não entendo essas premiações", disse a certa altura do seu discurso de aceitação do "video vanguard award" o rapper americano Kanye West. Em uma fala de 13 minutos, West agradeceu Swift por "ter sido tão graciosa em me entregar o prêmio", em referência ao famoso episódio da cerimônia de 2009 em que o rapper interrompeu um discurso da cantora. Mas o conteúdo principal da fala da noite foi mesmo a espécie de indignação que West sente pelos prêmios do showbiz. "Eu não entendo como eles colocam cinco pessoas que trabalharam sua vida toda, venceram, venderam discos, ingressos para shows, para vir aqui, pisar num tapete vermelho pela primeira vez nas suas vidas, serem julgados e terem a oportunidade de serem considerados perdedores", afirmou. Continuou: "isso não é sobre mim. É sobre ideias. Novas ideias Pessoas com ideias. Pessoas que acreditem na verdade. E sim, como vocês já devem ter adivinhado, eu decidi que em 2020 vou concorrer à presidência".