Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 26 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/10/2020

Barbosa prevê estabilização da economia do País a partir de abril

19 MAR 2016 - 08h00

O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, afirmou ontem, em evento da revista Carta Capital, que a inflação deve desacelerar mais fortemente entre março e abril, em função, dentre outros fatores, da queda no preço da energia elétrica, em meio à revisão no sistema de bandeiras tarifárias - a partir de abril, entra em vigor a cor verde, o que implica em fim de cobrança extra. Segundo ele, a expectativa é que, a partir de abril, a economia como um todo entre em uma trajetória de estabilização.

Barbosa disse que o governo tem atuado com a urgência que o momento pede, mas com serenidade para estabilizar a economia. Barbosa lembrou que no ano passado o governo quitou as chamadas pedaladas fiscais, que haviam sido apontadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU). "Resolvemos um problema que se arrastava há dois anos e também regulamentamos a mudança no indexador da dívida de Estados e municípios".

O ministro ressaltou que o governo já anunciou medidas para fomentar o crédito para setores como a agricultura, exportadores e micro e pequenas empresas, além de vir adotando uma série de medidas regulatórias para estimular os investimentos, em áreas como o setor portuário, telecomunicações e petróleo e gás. "Além da agenda macro, temos uma agenda micro que pode melhorar a situação da economia. Mudamos as regras de concessão de rodovias, por exemplo. Também reformamos as regras dos leilões de portos. Não achamos mais que há necessidade da Infraero participar das concessões de aeroportos", elencou.

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias