Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020

Comércios registram movimento intenso para compra de presentes

08 MAI 2016 - 08h00

A compra de presentes para o Dia das Mães movimentou os comércios de Suzano ontem. Segundo lojistas, a previsão é de que as vendas aumentem de 5 a 10%. Eles acreditam que o suzanense deva diminuir os gastos por causa da atual crise econômica, que atinge o País. Além disso, o movimento deve ser maior hoje.

Para a gerente de uma loja de variedades na Rua General Francisco Glicério, no Centro, o munícipe está preferindo dar lembranças do que presentes com maior preço. “Os itens mais procurados estão sendo canecas e flores. Coisas mais baratas devido à crise. Em relação aos dias normais, o movimento teve um aumento relativo”, disse Cristina Barbosa. Ela ainda disse que a expectativa era de que o fluxo de pessoas aumentasse até as 17 horas de ontem.

A proprietária de uma floricultura na Praça dos Expedicionários informou que a procura de flores, como Rosas e Orquídeas estava sendo alta, mas frisou que só poderia ter uma estimativa positiva quando terminasse o dia. “Está sendo bom (o movimento), mas ainda é muito cedo para falar sobre uma previsão de aumento. Muitas pessoas procuram porque é algo que alegra a vida da mãe”, falou Celia Regina da Silva.

Segundo o aposentado João Batista, a média gasta para comprar presentes não superaria os R$ 70. Ele frisou que existem presentes bons e baratos. “Vim com minha esposa para comprar o presente da mãe dela, mas não pretendemos passar deste preço, já que tem muitas coisas boas”, contou.

“Vim comprar presente para minha mãe e sogra. Tudo está muito caro, então eu delimitei um preço que irei gastar, já que vou parcelar o valor. Enfim, temos que economizar ainda mais nos dias de hoje”, relatou a auxiliar de limpeza Neide Santos Macedo.

Um casal de servidores públicos contou que a pesquisa é o melhor método para economizar. Isto porque há uma variedade extensa de estabelecimentos comerciais no Centro. “Estamos pesquisando alguns itens, mas ainda não definimos o valor máximo. Porém será baixo”, contou Sidney Tavares, que acompanhava a esposa Monalisa Dias Tavares. “Também pretendo encontrar alguma coisa para fazer uma surpresa a ela (esposa)”, disse Tavares.

Apesar da economia na hora de comprar o presente, a auxiliar de planejamento e controle de produção Deise Miriã explica que não há um limite orçamentário quando o quesito é agradar sua mãe. “O Dia das Mães ocorre todos os dias, mas hoje é diferente. Como devemos valorizar nossa mãe, o valor gasto não importa, até porque o importante é a agradarmos”, ressaltou.

Segundo ela, o item sempre procurado é um cartão que enfatiza seu amor e uma flor, que a deixa feliz. “Ela é bem difícil para presentes”, brincou Miriã.

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias