Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 26 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/10/2020

Dilma: crescimento será retomado sem mudanças bruscas

22 DEZ 2015 - 07h00

A presidente Dilma Rousseff (PT) orientou ontem os novos ministros da equipe econômica Nelson Barbosa (Fazenda) e Valdir Simão (Planejamento) a atuar para retomar o crescimento do País sem "guinadas" bruscas. Em discurso de posse dos ministros no Palácio do Planalto, a presidente destacou que é preciso restabelecer o ambiente de confiança para atrair investimento no Brasil.

"Três orientações imediatas eu levo aos ministros da área econômica: trabalhar com metas realistas e factíveis para construir credibilidade; atuar para estabilizar e reduzir consistentemente a dívida pública; e fazer o que for preciso para retomar crescimento sem guinadas e sem mudanças bruscas, atuando dentro do ambiente, de estabilidade e de previsibilidade", enumerou a presidente, no pronunciamento de 15 minutos.

Em vários momentos do discurso, Dilma destacou que o governo tem se esforçado para manter o equilíbrio fiscal. Frisou que foi feito um "extraordinário" ajuste. "Não falta e não faltará o equilíbrio fiscal", disse. Mas, lançando o mote para a nova gestão, destacou que a nova política econômica deve ter duas vertentes, o equilíbrio e o crescimento.

Em sua fala, Dilma defendeu a simplificação do sistema tributário para que as empresas não tenham medo de crescer. Ela disse que as reformas do PIS/Cofins e do ICMS podem destravar os investimentos e afirmou que o governo tem trabalhado constantemente nas concessões, aprimorando os marcos regulatórios. A presidente destacou que duas atitudes são essenciais, a flexibilidade e a previsibilidade, a fim de construir um ambiente "amigável" para os investimentos. Ela citou ainda que houve avanços para a retomada do crescimento e do investimento privado.

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias