Envie seu vídeo(11) 4745-6900
sábado 17 de abril de 2021

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 16/04/2021

Entidades aprovam ação integrada para atender moradores de rua

22 JUN 2016 - 08h00

A Paróquia São Sebastião, a Matriz, o Centro Bom Samaritano e o bispo diocesano dom Pedro Luiz Stringhini aprovaram o projeto de criação de uma ação integrada da Prefeitura para atender os 140 moradores de rua, cadastrados no Centro de Referência Especializado em Assistência Social (Creas). A proposta é, junto com instituições religiosas e sociais, intensificar os trabalhos de arrecadação e doação de roupas de frios, cobertores e alimentos.

De acordo com o padre responsável pela Matriz, Cláudio Taciano, diálogos anteriores já haviam sido realizados entre a paróquia e administração pública. "Já houve um diálogo informal antes, mas nada oficial. Só uma conversa despretensiosa", comentou. Para debater as atividades uma reunião foi convocada para amanhã, às 19 horas.

De acordo com o padre Cláudio, um representante vai participar. "Tudo que venha a favorecer as pessoas nessa situação é bem vindo. A praça é um dos principais locais desses moradores, e não podemos fechar os olhos para isso", explicou. A paróquia já realiza campanha para arrecadação de roupas e alimentos e é parceira do Centro Bom Samaritano. "Eu nunca percebi uma queda em doações. As pessoas são generosas. Acredito que só falta incentivar mais. O trabalho social é algo permanente e, todos nós, torcemos que a medida que as pessoas fossem atendidas, diminuísse a procura, mas não. O número é crescente", opinou o padre.

As doações de roupas masculinas são uma das principais preocupações para o Centro Bom Samaritano, por isso a intensificação das ações de apoio aos moradores de rua foi bem visto pelo coordenador da entidade, Valmor Preis. "Conseguir roupas para homens é minha maior dificuldade. É difícil o homem doar roupas. Por isso, a ação vai ser muito positiva, porque ajuda muito", comentou.

O bispo diocesano falou sobre a importância de serem realizadas ações emergenciais agora no inverno para atender as pessoas em condição de rua. "Trata-se de uma emergência, devido ao frio, porque este ano o inverno está mais rigoroso. É importante que todos se mobilizem, que todos façam sua parte, o que puderem. As entidades, a Prefeitura, as igrejas. Na emergência não dá pra planejar muito. É valido todo o diálogo e esforço", opinou.

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias