Envie seu vídeo(11) 97569-1373
terça 29 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 29/09/2020

Setor externo em 2015 tem o menor déficit em 6 anos

27 JAN 2016 - 07h00

O rombo nas contas externas em 2015 somou US$ 58,942 bilhões, o equivalente a 3,32% do Produto Interno Bruto (PIB), conforme informou ontem o Banco Central. Os números levam em conta a nova metodologia do BC para as estatísticas de Setor Externo. Com as mudanças adotadas pela instituição, em abril do ano passado, a série histórica foi reduzida e há dados disponíveis somente a partir de 2010. Anteriormente, as informações iam até 1947.

Com isso, o resultado do ano passado foi o mais baixo em seis anos. Em relação ao PIB, a taxa é a menor desde 2013. Em 2010, o déficit foi de US$ 75,760 bilhões; no ano seguinte, de 76,970 bilhões; em 2012, de US$ 74,059 bilhões; em 2013, de US$ 74,769 bilhões e, em 2014, de US$ 104,077 bilhões. Já a relação das contas correntes com o PIB nesses anos, pela ordem, foi de: 3,43%, 2,95%, 3,07%, 3,13% e 4,31%.

O mercado esperava um déficit de US$ 59 bilhões este ano, segundo mediana obtida pelo AE Projeções com 14 instituições financeiras, que projetavam um rombo de US$ 57,700 bilhões a US$ 61,926 bilhões. A última estimativa do BC era de um déficit de US$ 62 bilhões para 2015.

Dezembro

Após um rombo de US$ 2,931 bilhões em novembro, o déficit das transações correntes somou US$ 2,460 bilhões em dezembro do ano passado. A projeção do Banco Central para a conta corrente do mês era de um saldo negativo de US$ 5,6 bilhões. Já no mercado financeiro, as estimativa iam de déficit de US$ 1,3 bilhão a US$ 5,52 bilhões, conforme apuração feita pelo AE Projeções com 16 instituições. A mediana era negativa em US$ 2,5 bilhões.

A balança comercial registrou um saldo positivo de US$ 6,068 bilhões no mês, enquanto a conta de serviços ficou negativa em US$ 2,531 bilhões. A conta de renda também ficou deficitária em US$ 6,455 bilhões.

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias