Envie seu vídeo(11) 97569-1373
segunda 26 de outubro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 25/10/2020

Setor público tem déficit primário de R$ 11,530 bi em outubro, revela BC

01 DEZ 2015 - 07h00

O setor público consolidado (Governo Central, Estados, municípios e estatais, com exceção da Petrobras e Eletrobras) apresentou déficit primário de R$ 11,530 bilhões em outubro, segundo o Banco Central. Este resultado é o primeiro deficitário da série histórica do BC, iniciada em dezembro de 2001. Até então, o pior resultado para o mês havia sido em 2014, quando houve um superávit de R$ 3,729 bilhões nas contas públicas.

O resultado fiscal de outubro foi composto por déficit de R$ 12,316 bilhões do Governo Central (Tesouro Nacional, Banco Central e Previdência). Os governos regionais (Estados e municípios) influenciaram o resultado positivamente com R$ 775 milhões no mês. Enquanto os Estados registraram superávit de R$ 780 milhões, os municípios tiveram déficit de R$ 4 milhões. Já as empresas estatais registraram superávit de R$ 11 milhões.

2015

As contas do setor público acumulam déficit primário de R$ 19,953 bilhões nos primeiros dez meses do ano de 2015, o equivalente a 0,41% do Produto Interno Bruto (PIB). Segundo o Banco Central, em igual período de 2014, o resultado havia ficado negativo em R$ 11,557 bilhões (0,25% do PIB). Desde o anúncio da nova equipe econômica para o segundo mandato da presidente Dilma Rousseff (PT), o BC vem dizendo que o esforço fiscal tende a seguir o caminho da neutralidade em 2015, podendo até mesmo apresentar um viés contracionista.

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias