Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quinta 24 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 24/09/2020
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
Pmmc Sarampo

Bacharel em Direito é assassinado em assalto

08 DEZ 2015 - 07h00

O recém-formado bacharel em Direito e entregador de pizzas Fabio Bezerra da Cunha, de 35 anos, foi assassinado durante um latrocínio - roubo seguido de morte-, na madrugada de domingo, na Rua São José do Rio Preto, no Jardim Débora, em Poá. Ele foi atingido por cinco disparos: costas, braço e cabeça. O caso segue sob investigação do Setor de Homicídios de Itaquaquecetuba.

Cunha realizava entregas no bairro, quando foi dominado, roubado e baleado. O crime não tem testemunha, entretanto, os moradores locais ouviram os disparos de arma de fogo e ligaram para a Polícia Militar (PM), que o encontrou caído no chão e sem sinais vitais. Na ação, levaram a motocicleta da vítima e uma máquina de cartão de crédito e débito. O local no qual ele foi assassinado foi preservado para que peritos criminais pudessem analisar a cena do crime. Desta forma, os especialistas forenses localizaram dois projéteis, sendo um na garagem de uma casa e o outro na guia da calçada.

Momentos depois, a polícia conseguiu obter informações sobre a vítima. Ele trabalhava havia 10 anos em uma pizzaria como entregador de pizzas e, deste emprego, custeou as despesas do curso de Direito, no qual havia se formado recentemente.

Após ser informado sobre a morte de Cunha, um familiar afirmou à polícia que a vítima era boa pessoa, trabalhadora, nunca havia se envolvido em qualquer tipo de problema, além de nunca ter recebido alguma ameaça de morte.

INVESTIGAÇÃO

O Setor de Homicídios (SH) de Itaquaquecetuba iniciou as investigações para tentar identificar os responsáveis pelo assassinado. No entanto, a polícia não deve descartar nenhuma hipótese que possa surgir ao longo do caso.

Até o fechamento desta reportagem, os investigadores não tinham mais informações sobre a morte violenta.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias