Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 14 de dezembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 13/12/2019
PMMC DENGUE
COLEGIO CETES 15/10 A 15/01/20

Câmeras da CSI voltam a ajudar GCM a atuar em flagrante de tráfico de drogas

Duas mulheres foram detidas no mesmo local onde uma semana antes o sistema de monitoramento havia identificado crime semelhante

Por de Suzano28 NOV 2019 - 09h55
ocorrência teve início às 10h30, quando os operadores da CSI identificaram que poderia estar ocorrendo tráfico de drogas numa área da Vila AmorimFoto: Reprodução/Secop Suzano

A Guarda Civil Municipal (GCM) de Suzano deteve duas mulheres nesta quarta-feira (27) acusadas de praticarem tráfico de drogas em uma área às margens da rua Dr. Prudente de Moraes (SP-66), na Vila Amorim. A ação foi possível após o crime ser flagrado por meio de uma das câmeras da Central de Segurança Integrada (CSI). O caso foi encaminhado à Delegacia Central da Polícia Civil. O local da ocorrência é o mesmo onde uma semana antes o sistema de monitoramento também havia auxiliado a GCM a prender outra acusada de vender entorpecentes.

A ocorrência teve início às 10h30, quando os operadores da CSI identificaram que poderia estar ocorrendo tráfico de drogas nessa área da Vila Amorim. Após acompanhamento, o flagrante ocorreu por volta do meio-dia, quando equipes do Canil, do Comando de Área e da Patrulha Maria da Penha foram acionadas para lá. Durante abordagem em cerca de 20 pessoas que estavam no terreno, os agentes encontram 61 cápsulas de crack e R$ 398,15 com duas mulheres, que foram conduzidas para a autoridade de plantão na Delegacia Central da Polícia Civil.

“Mais uma vez, conseguimos atuar de maneira ágil em razão da eficiência do nosso sistema de monitoramento. Desde a sua criação, a CSI tem contribuído para o acionamento rápido dos responsáveis para as medidas necessárias, como segurança, trânsito e saúde. E mais do que isso: as imagens que apresentamos às autoridades policiais estão servindo de base para a elaboração de boletins de ocorrência. Neste caso, especificamente, foram usadas como prova para ratificar a prisão em flagrante”, afirmou o secretário de Segurança Cidadã de Suzano, Antônio Wenzler.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias