Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sábado 18 de agosto de 2018

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 17/08/2018
PMMC AGOSTO - ASFALTO MELHOR
PMMC AGOSTO - VACINAS
MRV AGOSTO - SÁLVIA
PMMC AGOSTO - ANTIRRÁBICA
Morte brutal

Caseiro é morto a facadas pelo filho em sítio de Mogi

Morte teria sido causado após discussão por motivos banais

Por Marcus Pontes - de Mogi10 AGO 2018 - 01h13
Foto: Helio Torchi/Divulgação

O caseiro Luiz Carlos de Oliveira Costa, de 47 anos, foi morto a facadas pelo filho, após uma discussão durante a noite dessa quinta-feira (9). O crime foi no sítio em que a vítima trabalhava na Estrada da Moralogia, às margens da Rodovia Pedro Eroles (SP-88), a Mogi-Dutra. 

Segundo a Polícia Militar, o filho do caseiro foi preso próximo a propriedade. A princípio, ele negou o crime. Disse também que alguém teria esfaqueado o pai e fugido. A versão, porém, foi contestada por vizinhos. 

O Corpo de Bombeiros e o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu)  tentaram reanimar o caseiro, mas sem sucesso. A vítima recebeu, ao menos, cinco facadas na região do tórax e morreu no local. 

Peritos da Polícia Científica estiveram na cena do crime. A faca usada para assassinar Costa foi encontrada e servirá como prova contra o acusado. 

De acordo com a polícia, o caseiro estava trabalhando em Mogi há um ano. A família mora na Capital. Além dos dois, não havia mais nenhum familiar residindo no Alto Tietê. 

Drogas 

O filho de Costa também veio à região para tentar se distanciar do uso constante de drogas e bebidas alcoólicas. O vício do jovem foi relatado por vizinhos, que tinham amizade com o caseiro. Além disso, segundo a PM, antes do crime, pai e filho bebiam juntos quando teriam se desentendido por motivos banais. 

Agora, o suspeito será acusado por homicídio qualificado. O jovem deve ser transferido a uma unidade do Centro de Detenção Provisória (CDP) da região. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias