Envie seu vídeo(11) 97569-1373
quarta 20 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 19/11/2019
Pmmc Refis 2019
PMMC SEGURANÇA
Pmmc maternidade
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC MIGO

Condenado por estuprar sobrinha, contador é preso na Zona Leste de São Paulo

Abusos teriam se iniciado em 2005, quando vítima tinha cinco anos de idade

Por Marcus Pontes - de Poá23 OUT 2019 - 14h26
Prisão de contador foi realizada por policiais de PoáFoto: Sabrina Silva/DS
Depois de permanecer anos fugindo da polícia, tendo inclusive morado na divisa com o Paraguai, um contador, de 54 anos, foi preso por abusos praticados contra a sobrinha. A prisão, realizada por investigadores da Delegacia de Poá, foi em Itaquera, Zona Leste da Capital, durante essa terça-feira, 22. 
 
O novo esconderijo foi descoberto graças a informações privilegiadas obtidas por investigadores do distrito. O contador havia retornado ao Estado de São Paulo há cerca de uma semana. Com receio de que ele pudesse fugir novamente, os policiais logo foram até o endereço e conseguiram encontrá-lo.
 
Ao DS, investigadores pontuaram que, em razão da profissão e o poder econômico, o homem comprava frequentemente documentos falsos para poder fugir e escapar de eventuais ações das forças de segurança tanto de São Paulo como de outros estados. 
 
A Justiça condenou o contador a cumprir pena de 18 anos e oito meses de prisão.
 
Abusos
 
Segundo a polícia, os abusos contra a vítima, que hoje tem 19 anos, ocorreram por anos. Tais crimes eram praticados tanto pelo tio quanto pelo avô paterno da jovem. O último morreu em 2013.
 
A descoberta dos abusos aconteceu em 2015. Na época,  foi identificado sinais de um comportamento depressivo da jovem. Ao questioná-la, a família descobriu os abusos, que, segundo depoimento da vítima, iniciaram em 2005. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias