Envie seu vídeo(11) 97569-1373
domingo 27 de setembro de 2020

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 27/09/2020
Pmmc Sarampo
PMMC COVID SAÚDE
CENTRO MÉDICO CLUBE DS - TOPO
ÚNICCO POÁ

Irmãs são presas por planejar morte do pai

10 JUN 2016 - 08h00

Duas jovens foram presas ontem suspeitas de terem planejado a morte do próprio pai em dezembro de 2014. Um mandado de busca e apreensão levou as autoridades até elas. Uma delas era adolescente na época do crime e foi apreendida. Quando o DS entrou em contato com a polícia, as meninas estavam sendo ouvidas na Delegacia de Homicídios de Mogi das Cruzes.

O chefe dos investigadores da delegacia contou que na época do crime dois adolescentes suspeitos foram apreendidos, além disso, um deles tinha um relacionamento com a menor. Mas as investigações continuaram e as jovens foram as principais suspeitas de terem arquitetado o crime. De acordo com o chefe dos investigadores, a menor será apreendida e a outra, que nega ter participado do crime, foi levada para a Cadeia Feminina de Poá.

O delegado Rubens José Ângelo estava investigando o crime há cerca de dois anos. E, segundo provas, as irmãs são as principais suspeitas de planejar o crime, sendo que os adolescentes apreendidos, também suspeitos, usaram o carro de uma delas no assassinato.

O CASO

V.O.M., um aposentado de 59 anos, foi assassinado no dia 21 de dezembro de 2014, em Suzano.

O crime aconteceu na Alameda Celestino Rodrigues, na altura do número 120, no bairro Cidade Cruzeiro do Sul. Ele foi encontrado ferido com um corte no pescoço, dentro de seu carro, que estava dentro da garagem da casa.

A polícia recebeu um chamado, e, inicialmente, a ocorrência era de uma tentativa de roubo com um homem baleado.

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) esteve no local, mas Valdir já estava sem vida.

Segundo informações de uma testemunha que estava próximo à casa, no Boletim de Ocorrência (B.O.), um homem desconhecido, que estava com uma faca, entrou na casa e em seguida viu duas mulheres saindo pedindo ajuda.

Ainda, essa testemunha informou que uma das filhas de Valdir estava voltando da igreja com a mãe, quando um homem a empurrou e foi em direção ao portão.

O Instituto de Criminalística esteve no local e apreendeu o celular de Valdir.

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias