Envie seu vídeo(11) 97569-1373
sexta 15 de novembro de 2019

Assine o Jornal impresso + Digital por menos de R$ 28 por mês, no plano anual.

Ler JornalAssine
Jornal Diário de Suzano - 14/11/2019
PMMC NOVEMBRO AZUL
PMMC MIGO
PMMC SEGURANÇA
COLEGIO CETES 15/10 A 15/01/20
Pmmc Refis 2019
Lava-rápido do tráfico

Laboratório na área central de Suzano poderia produzir até 72 mil porções de cocaína por dia

Cálculo foi realizado a partir da capacidade de produção de uma máquina apreendida no local

Por Marcus Pontes - de Suzano06 NOV 2019 - 17h35
Delegados concederam coletiva à imprensa para falar sobre o assuntoFoto: Marcus Pontes/DS
O delegado Fabrício Intelizano, da Delegacia de Investigação Sobre Entorpecentes (Dise), e a delegada Kelly Cristina Sacchetto Cesar de Andrade, disseram nesta quarta-feira, 6, que o laboratório de drogas descoberto em um lava-rápido, na área central de Suzano, na terça-feira, 5, tinha capacidade para produzir cerca de 72 mil porções de cocaína no período de 24 horas. O cálculo foi realizado a partir da capacidade de produção da máquina seladora apreendida. Também foram apreendidos um fuzil, modelo Colt - de origem americana -, munições, de alto poder destrutivo, drogas, três carros, sendo um Camaro, e uma moto. Dois moradores da Cidade Tiradentes foram presos.
 
Segundo Intelizano, os próximos passos serão para descobrir se mais pessoas estavam envolvidas na montagem do laboratório, o locatário do lava-rápido, se o fuzil apreendido foi utilizado em alguma ação criminosa e, principalmente, a possibilidade de os suspeitos estarem planejando roubo à agências bancárias da cidade/região ou a carros-forte, em virtude do alto poder destrutivo do armamento.
 
Em entrevista coletiva à imprensa, o delegado foi enfático ao dizer que, diante do que foi encontrado, é possível dizer que a polícia à frente de uma organização criminosa na qual manipula grande quantidade de drogas e tem ramificação em outros crimes, como roubos. 
 
“(Os suspeitos) Manipulam grande quantidade de entorpecentes. Todo o material recolhido será analisado pela perícia”. “O que chama a atenção é a ousadia desses indivíduos”, acrescentou Intelizano, quando se referiu ao fato de o lava-rápido ficar a poucos metros da Delegacia Central de Suzano. 
 
Em relação à continuação da investigação, o delegado disse estar em tratativa com a Prefeitura de Suzano, para obter filmagens das câmeras da Central de Monitoramento. O objetivo é o de verificar qual é o segundo carro relacionado no transporte de drogas. É importante lembrar que o laboratório foi descoberto a partir de denúncias anônimas. 
 
Entenda o caso
 
Após uma semana e meia de investigação, policiais da Dise estouraram um laboratório de drogas num lava-rápido, na Rua Antonio Rensi Primo, área central de Suzano. Dois moradores da Cidade Tiradentes, Zona Leste da Capital, foram presos.
 
Um fuzil modelo Colt - de fabricação americana -, munições capazes de perfurar blindagem, além de drogas e maquinários para embalar drogas foi apreendido. A arma e as munições estavam escondidas num compartimento secreto, atrás do banco de trás de um carro. Também foram apreendidos três carros, sendo um deles um GM Camaro, e uma moto.
 
De acordo com a polícia, os presos negaram envolvimento. Eles, porém, não souberam dizer o motivo de estarem no local. 

Leia Também

Últimas Notícias

Ver Últimas Notícias